Publicidade

terça-feira, 20 de agosto de 2013 Música, Parceria, Processo | 16:47

Anderson Ricardo fala sobre processo movido por Luan Santana e Sorocaba: “Não acho que foi traição. Mas ingratidão, talvez”

Compartilhe: Twitter

 

Anderson Ricardo, Luan Santana e Sorocaba: briga na justiça (Fotos: Divulgação/Rosa Marcondes/Foto Rio News)

Anderson Ricardo, Luan Santana e Sorocaba: briga na justiça (Fotos: Divulgação/Rosa Marcondes/Foto Rio News)

Na última sexta-feira (16), aconteceu, em Londrina, uma audiência para tentativa de reconciliação entre Anderson Ricardo, Luan Santana, Sorocaba e as empresas LS Music e LAS. O encontro não rendeu nenhum acordo entre as partes. “Não apareceu ninguém que entendesse do caso. Nem pai (do Luan, Amarildo Santana), nem Luan nem Sorocaba. Só um advogado que eu não conhecia”, informou Anderson, em conversa com o iG.

Como já foi noticiado aqui no iG, Luan Santana, Sorocaba e as empresas LS Music e LAS movem uma ação contra Anderson, sócio-administrador da LS Music.  Sorocaba já falou sobre o assunto, e, agora, Anderson também decidiu explicar o caso. Em julho de 2013, ele recebeu uma notificação em sua casa avisando do processo. A ação corre em sigilo, por isso nenhum dos lados pode falar sobre a motivação. Com essas ressalvas, Anderson falou sobre alguns detalhes e afirmou que, atualmente, também move um processo contra o grupo. “Na verdade, só quero receber o que tenho direito e sair”, declarou o empresário, que tem contrato assinado com Luan até 2018.

“Desde dezembro, venho tentando vender minha parte. Devido a algumas coisas que aconteceram, interferências do pai de Luan… Começou a atrapalhar meu trabalho. Aí, apareceu a oportunidade da AR Live, que é uma empresa com braço em Los Angeles. Só que o contrato me proibia de pegar outro artista. Conversei com ele (Luan) e dei uma porcentagem dos artistas que ele quisesse apoiar, como Breno e Caio Cesar. Isso começou a gerar ciúmes do pai e algumas brigas”, explicou Anderson, que sentou para conversar com Luan. “Falei: ‘estamos há seis anos juntos, mas eu e seu pai não podemos ficar no mesmo ambiente”. Assim, Anderson colocou sua parte na empresa à venda, ou seja, seus 30%.

De acordo com Anderson, Sorocaba, que tem 20,5% da empresa, e Luan, que tem 49,5%, disseram que comprariam a parte do empresário e que ele não precisaria oferecer a terceiros. “Um dia após a gravação do DVD, em que trabalhei, recebi em casa o processo para que eu pagasse uma multa rescisória para sair. Me defendi, entrei com outro processo contra eles, onde requeiro meus direitos”, afirmou.

Traição?

Questionado se se sente traído por Luan, Anderson prefere não pontuar desta maneira. “Traído é uma palavra muito forte. Nem decepcionado. Acho que é uma ingratidão, de alguma forma. Não do Luan. Não sei de quem surgiu a ideia. Estávamos próximo de fechar o negócio e eles já estavam com processo na justiça. Acho que traição, não. Mas ingratidão, talvez”, afirmou ele, que garante seguir com a amizade com o cantor.

Anderson afirmou ainda que segue como sócio-administrador da LS Music, embora não esteja trabalhando mais diretamente com os sócios. “Eles saíram do prédio. Um dia cheguei aqui e tinham se mudado”, informou o empresário, que abriu seu escritório, a AR Live, no antigo prédio da LS Music.

AR Live

Breno e Caio César encabeçam os trabalhos nacionais da empresa, que vai investir na administração de carreiras, consultoria e eventos. Como a AR Live tem um braço internacional, eles já fecharam um acordo com a banda mexicana Maná. “Eles farão oito shows aqui no Brasil em fevereiro de 2013. E nos próximos dias, vamos divulgar os artistas nacionais que estarão com a gente. Já temos dois grandes praticamente fechados”, afirmou Anderson que, inicialmente, voltará seu trabalho ao mercado sertanejo, mas promete investir em outras vertentes. “Num primeiro momento, vamos para o sertanejo, porque é o que conheço, tenho um conhecimento maior. Mas contratamos uma pessoa que vai cuidar da área de pagode e, depois, funk. E teremos outra que ficará com artistas internacionais”.

Reconciliação

Marco Aurélio Ceranto foi o advogado que compareceu à audiência de tentativa de reconciliação por parte de Luan e Sorocaba, além das empresas que movem a ação contra Anderson. De acordo com a assessoria de Luan, “como se trata de uma questão que corre em segredo de justiça, a gente não pode se manifestar a respeito, mas houve, sim, tentativa de reconciliação. Mas não existia a obrigação dos quatro autores irem. Ninguém negligenciou”, informou Arleyde. Nesse tipo de situação, um representante bastaria para o acordo, por isso a presença apenas de Marco Aurélio na audiência.

Leia também: 

Sorocaba fala sobre boatos de ação movida contra ele: “Luan é meu parceiro, meu amigo, não tem nada de processo”

Empresário de Luan Santana garante que, apesar do processo judicial, segue na administração da LS Music

Anderson Ricardo, empresário de Luan Santana, é afastado da administração da LS Music e recebe notificação de juiz

 

Autor: Tags: , ,

6 comentários | Comentar

  1. 56 arielle 15/02/2014 18:34

    luan eu sou arielle mora em goiania tenho 23 anos eu quero ver voce perto de mim estou saudade de voce muito eu açho voce lindo demais da conta

    Responder
  2. 55 ARIELLE 27/09/2013 15:07

    luan eu sou arielle mora em goiania estou louca apaixonada por voce eu te amo

    Responder
  3. 54 ARIELLE 07/09/2013 9:47

    LUAN EU SOU ARIELLE MORA EM GOIANIA TENHO 23 ANOS EU QUERO VER VOCE PERTO DE VOCE EU TE AMO VOCE

    Responder
  4. 53 francisco viveiros de abreu 20/08/2013 23:39

    o Sorocaba, finge não ver a dificuldade financeira do primeiro Fernando aquele que o fez ficar conhecido e ser o que é atualmente na carreira de cantor. o Luan Santana, pensa que é igual ao Rei Roberto Carlos. Anderson o Empresário coitado fez o maior investimento na dupla e mesmo assim ainda é injustiçado pelos dois.

    Responder
  5. 52 Marcos Gentil 20/08/2013 17:48

    Coisa feia em Luan, é o sucesso subindo a cabeça, mas sera por pouco tempo, você é muito chato.

    Responder
  6. 51 ANIBAL DOS SANTOS FILHO 20/08/2013 17:20

    Confusão pouca, é bobagem!

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios