Publicidade

domingo, 15 de setembro de 2013 CD, Música | 23:28

George Henrique e Rodrigo descartam o rótulo de cantores românticos: “Somos dupla de letra boa”

Compartilhe: Twitter
George Henrique e Rodrigo (Foto: Rosa Marcondes)

George Henrique e Rodrigo (Foto: Rosa Marcondes)

George Henrique e Rodrigo querem incrementar um pouco mais novo CD da dupla, que já está disponível para download na página oficial deles. Os irmãos trabalham em mais três canções, estas voltadas para o público das baladas. Uma delas promete se tornar um videoclipe em breve. “Independente do CD novo, o artista hoje em dia não pode parar. Tem que olhar composições novas. Nosso CD ficou o que a gente queria, mas ficou faltando alguma coisinha para esse lado de balada e é o que a gente está fazendo. Vamos fazer um lançamento surpresa com uma música boa, que vai entrar na balada”, comentou Rodrigo antes de subir pela primeira vez ao palco do Camaru, que aconteceu na última semana, em Uberlândia, Minas Gerais. “Como esse disco ainda está no encarte promocional, a gente pode colocar faixas nele. É fácil, está ali, não foi lançado por gravadora. Então fica fácil”, completou George Henrique.

Os irmãos ainda aproveitaram para falar sobre a fase mais romântica da música sertaneja, que voltou com força. Como a dupla sempre voltou seu trabalho para esse tipo de segmento, os afilhados de Bruno e Marrone garantem que, para eles, está tudo ótimo. “Acho também que vai cansando um pouco a música chicletinho. Vai indo, vai indo e vai sumindo. E se não aparecem coisas tão legais quanto a que estava tocando no momento, o povo fica descrente”, afirmou George Henrique, que garantiu pensar, atualmente, também em outro público, que não só os que ouvem rádio, na hora de produzir seus trabalhos. “A gente tem que abrir os olhos porque o público de balada, de festa, de boate, que coloca o carro de som para tocar, não são tão românticos. Eles precisam de um motivo para tomar uma, para xavecar as meninas, para curtir uma balada. Então mesmo sendo uma dupla romântica a gente tem que abraçar esse público também”.

Assim, com canções mais lentas ou agitadas, Rodrigo afirma que a dupla segue uma meta: “A gente não se preocupa tanto com o ritmo, mas sim com a letra. Somos uma dupla de letra boa”.

Autor: Tags: ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios