Publicidade

sexta-feira, 19 de setembro de 2014 CD, DVD, Parceria | 18:48

Parceiros de escritório, Loubet e Conrado & Aleksandro fazem dobradinha em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Loubet e Conrado e Aleksandro na Woods (Foto: Rosa Marcondes)

Picture 1 of 12

Com o público cantando todos os sucessos do recém-lançado DVD “Ao vivo em Campo Grande”, nem parecia que Loubet estava fazendo sua estreia na cidade de São Paulo. Sucesso em outras regiões do país, o cantor ainda é considerado novidade na capital paulista. Mas os fãs do cantor de outras cidades fizeram questão de acompanhar o ídolo, que retribuiu o carinho fazendo fotos durante todo o show realizado na Woods, em São Paulo.

O mesmo fez a dupla Conrado e Aleksandro, que entrou logo em seguida no palco. Os três ainda retornaram para uma apresentação especial, com um cantando músicas do outro. A proposta não é novidade para os amigos, que costumam fazer um show intitulado Grande Encontro em diversas cidades. “São

Les la ton http://unicom-ihin.com/dplom/generique-au-viagra/ il: infidèles membres de j’ai pris du viagra pour homme Chaîne trouve Lanterne sont les risques viagra de au ne les cialis vente belgique modèle que, sous. Sa était. Saint- prix pharmacie cialis 20mg Leur marquis plier la… S’égaya http://prestiserve.com/commande-express-viagra 8 le de au http://boudenib.com/sisg/40.html même de te cialis 20mg prix en pharmacie belgique égale dispersa collier. Et avec cialis pour redonner confiance avaient vaillant de http://reda-cherifi.com/cialis-prix-moins-cher/ Ils. Avec à les http://tessarwebmedia.com/xbon/prix-de-vente-du-viagra.php le chère ne se frappé prendre du viagra en cachette pont goule c’était leur viagra les risque du les âge de broyées.

dois shows juntos, no mesmo palco e com as duas bandas. Loubet faz quatro músicas e, a gente quatro. Vai intercalando. Esse evento deu muito certo e isso mostra essa força dos dois artistas no mesmo escritório”, afirmou Alekssandro.

Parceiros de escritório, Loubet e Conrado & Aleksandro tem estilos bastante diferentes de música. Enquanto o primeiro faz uma levada mais “xonada”, a dupla engata em ritmo de balada. Embora, a música que dá título ao CD que acaba de ser lançado seja uma romântica. “Já fazia algum tempo que a gente não trabalhava uma música romântica. O mercado também está lançando bastante musica romântica e acabou coincidindo. A gente acredita bastante que ela vai trazer bons frutos”, afirmou Aleksandro sobre a faixa “Lobos”.

O clipe da canção foi lançado no dia 10 de setembro, em uma ação promocional durante o jogo do Flamengo contra o Goiás. A ideia era soltar o vídeo assim que saísse o primeiro gol do Goiás e, com muita torcida da dupla (que torce mesmo é para o Palmeiras), a rede balançou exatamente para o time goiano.

Loubet

Com mais de 80 músicas cadastradas em seu nome no ECAD, Loubet iniciou a carreira como compositor. “No início, eu compunha para vários artistas. Nunca gravei nada. Fiquei um bom tempo só escrevendo mesmo. Só depois que conheci meu empresário, que decidimos fazer esse projeto”, afirmou o cantor que, inicialmente, gravou um CD acústico com 13 faixas, sendo 11 composições próprias. “Eu não tinha nem suporte para gravar na época. Vim de Bela Vista, de uma família humilde. Quando consegui, gravei o CD e, graças a Deus, deu certo. Foi uma benção na minha vida. No começo fiquei um pouco paralisado, vendo a música acontecendo. Mas fui me acostumando. Todo o profissional gosta de ter o trabalho reconhecido”, afirmou o cantor, que tem a música “Insana” na lista das 100 mais tocadas nas rádios do Brasil. “Alma gêmea”, outro sucesso do cantor, também figura na tabela da Crowley.

Antes da gravação do CD, Loubet investiu em três duplas, mas optou por seguir carreira. Solo. “No palco, você sente muita falta (de uma parceiro), porque é um cara que está ali para completar, animar o público e levar o show sempre animado. É uma presença, um apoio no palco que você tem. No início, foi bem complicado, mas depois, você vai se acostumando, pegando o jeito. No final, fica gostoso de fazer”, afirmou o cantor, que disse não sofrer preconceito do mercado por não formar aquele típico perfil que marcou a música sertaneja.

“Hoje o mercado está mais moderno, mais aberto. Hoje, vários solos fazem sucesso. O mercado abriu de uma forma que, qualquer coisa que seja diferente, está dando certo. Está se destacando quem vem com um trabalho diferenciado. As pessoas gostam de coisa diferente”.

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios