Publicidade

sábado, 29 de novembro de 2014 EP, Lançamento, Música | 17:55

Fernando e Sorocaba deixam gravadora e lançam selo próprio: “Não tem mais pressão para não soltar música”

Compartilhe: Twitter
Capa do EP 'Sem Reação', de Fernando e Sorocaba (Foto: Divulgação)

Capa do EP ‘Sem Reação’, de Fernando e Sorocaba (Foto: Divulgação)

Mesmo com o ano chegando ao final, Fernando e Sorocaba estão cheio de novidades. A dupla está na fase de pós-produção do DVD gravado em agosto, lançou um EP com algumas faixas que estarão presentes nele e, ainda, iniciaram uma fase de mais liberdade profissional, fazendo valer a canção “Livre” dos artistas. Fernando e Sorocaba deixaram de fazer parte do time de gravadora Som Livre e criaram um selo próprio. Assim, a dupla pode decidir como e quando vão trabalhar, o que não acontecia antes.

Diferente de alguns artistas, que já falaram sobre a pressão das gravadoras para lançarem trabalhos, a dupla comentou que, anteriormente, sofria uma pressão inversa. “Temos essa vantagem por compor muito. A gente recebe muita música e compõe muita música. Para nós, soltar uma música é um prazer. E a gravadora fica falando para não soltar, porque vai atrapalhar a faixa anterior. No caso de Fernando e Sorocaba, a gente sofre uma pressão inversa”, contou Sorocaba, que neste final de ano, vai lançar a faixa “Bombeia pra ver”. “Ela vem em paralelo com o EP. Como agora a gente está sem gravadora, a gente não tem mais essa pressão para não soltar música. Estamos com nosso próprio selo, FeS. Então, deu vontade de soltar o que a gente acredita, a gente vai soltar”, afirmou o cantor.

Sobre essa nova fase, Sorocaba disse se sentir mais livre. “Graças a Deus. Estamos muito felizes. Não que antes não estivéssemos, mas existia uma pressão da gravadora, que tem algumas regras de bolo que muitas vezes não se encaixa tão bem para nosso mercado. A gente decidiu estrategicamente experimentar. Mas temos artistas de nosso escritório que estão em gravadora e estão muito bem”, contou.

Ainda falando sobre “Bombeia para ver”, Fernando comentou que a faixa foi gravada durante um show realizado pela dupla, o que deixou o trabalho muito verdadeiro. “O Sorocaba fez uma música muito boa e resolvemos cantar em um show para testar. E o pessoal gostou. A gente acredita que seja a música do verão. Do Carnaval, principalmente”, declarou Fernando.

EP

Embora a dupla já tenha começado a trabalhar a faixa nos shows, o EP “Sem reação” acaba de ser lançado. O trabalho conta com seis faixas produzidas por Fernando, sendo que três delas são composição de Sorocaba. O álbum é como um “esquenta” do DVD gravado há quatro meses. “Ia demorar muito até ele acontecer, então precisávamos lançar um EP no meio do caminho para o final de ano e tudo mais”, explicou Sorocaba.

Antes do lançamento, o trabalho gerou um burburinho. Não por suas faixas, mas por sua capa. A dupla foi acusada de plagiar um trabalho de John Mayer. Mas antes do show realizado no Villa Country, em São Paulo, na última quinta-feira (27), a dupla explicou que a arte não era oficial. “A gente tinha encomendado junto a alguns designers algumas capas. Acabou saindo algo muito parecido. Antes de lançar, mostramos para algumas pessoas e já acharam que a gente já tinha lançado. Acabou vazando e deu todo esse burburinho. Enfim, somos fanzaços do John Mayer. Inclusive o cara que fez a capa do álbum achou o máximo. Primeiro ele ficou bravo e depois ele falou: ‘pô, tem nego bom no Brasil’. No final, deu um bafafá do caramba, todo mundo sabe agora que lançamos um EP. Deu uma mídia (risos)”, brincou Sorocaba.

O cantor revelou ainda que, a dor de cabeça inicial acabou virando piada. “Todo mundo está brincando, está fazendo altas capas. Estamos dando risada demais. Fizeram uma capa daquela do bebezinho na água, do Nirvana, com a carinha do Sorocaba. Ele está pulando na água com o chapeuzinho”, contou o cantor entre risos.

Autor: Tags: , , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 kamilly 14/12/2014 22:30

    eu quero amostrar minha musica pro mundo

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios