Publicidade

sábado, 3 de janeiro de 2015 Carreira, Música, Sertanejo | 12:29

Lucas Lucco: “Trabalhei muito, mas não fiquei rico”

Compartilhe: Twitter

Lucas Lucco (Fotos: Leo Franco/AgNews)

Picture 5 of 5

Lucas Lucco não tem do que reclamar de 2014. O cantor bombou nas rádios com o hit “Mozão”, ficou famoso no Brasil inteiro, não só por suas músicas, mas também por participar da “Dança dos Famosos” e decidiu que, este ano, o Natal seria de folga, ao lado da família. Afinal, o ano inteiro foi de muitos shows e muito trabalho. “Trabalhei muito, mas rico não fiquei, não. Eu não posso reclamar, estou muito bem, vivendo a melhor fase da minha vida, morando ao lado da casa dos meus pais, a gente está bem feliz juntos, cada vez mais unidos. O que mais ganhei não foi material, foi um lance mais interno, ganhei muito como pessoa, aprendi bastante, minha família ficou ainda mais unida. Atingi meus objetivos esse ano, até mais do que eu esperava que pudesse acontecer. E espero que 2015 seja igual 2014, que eu possa trabalhar muito, colher bons frutos e que minha família possa estar cada vez mais unidas”, afirmou Lucas, fazendo um resumo de seu ano.

O cantor, que se apresentou no Verão Show Guarujá, no litoral de São Paulo, revelou ainda suas conquistas materiais neste ano. Uma delas, foi a liberdade de não precisar mais depender do pai. “Teve vários. Sempre comento com meu pai, que quando era mais novo, eu tinha vontade de comprar alguma coisa, coisa simples mesmo, e eu tinha que pedir para ele. Hoje eu posso ir lá, comprar sem pedir o aval do meu pai. E isso já é um grande avanço. Mas de material, comprei minha casa, lógico, nunca imaginei que teria uma casa só minha. Carro também, todos os carros que eu queria ter, eu tenho hoje, graças a Deus”, relembra.

Lucas ainda comentou que as conquistas materiais são as menos importantes. “Fico feliz em poder realizar meus sonhos materiais, mas me sinto feliz de ter feito um clipe de sucesso, uma das músicas mais tocadas do ano, uma música que lancei agora no fim do ano e vai bombar em 2015. Isso é o mais bacana, ter idéias novas, se superar sempre, surpreender sempre os fãs, isso é maravilhoso. Concorri ao ‘Melhores do Ano’. Não ganhei, mas estava lá. Então aconteceram coisas maravilhosas na minha vida e só tenho a agradecer”.

Mudança no palco e carreira

2014 também foi um ano em que Lucas Lucco fez algumas alterações significativas em seus shows. Apesar de ainda mostrar bastante o corpo e o rebolado, o cantor, agora, chama fãs no palco para momentos mais emotivos. Bem diferente do que acontecia há cerca de um ano, quando levava um grupo de mulheres para o palco para mostrar sua “pegada”, digamos assim. “A carreira foi me levando. Sempre fui muito romântico, em questão de composição. Ai depois comecei a lançar música romântica, ‘Mozão’ foi muito bem nos rádios, depois lancei a ‘Destino’,  que também foi muito bem. Acho que as coisas foram levando para esse lado, um lance mais emocional, de tocar as pessoas de verdade. E é o que sempre quis trabalhar. Mas a música animada, safada, teve sua importância. Porque ela me mostrou para a internet, me mostrou para o Brasil. Com elas que comecei a fazer meus primeiros shows. E hoje eu posso fazer, não o que eu bem entender, mas o que o público espera de mim. Acho que o pessoal está gostando muito dessa vibe”, afirmou o cantor.

Festas

Lucas passou a virada de ano trabalhando e se apresentou em Balneário Camburiú. Depois de mais dois shows nesse comecinho de ano, agora o cantor curte duas semanas de férias. O cantor revelou que não problema alguma em trabalhar no Réveillon, mas, tem uma data, que prefere estar apenas com a família. “No Natal, eu trabalhei ano passado em Belém. Foi maravilhoso, mas eu queria muito passar com minha família. Então tirei 24 e 25 pra passar com eles. Réveillon posso trabalhar tranquilo, mas Natal eu acho que é uma lance mais família”.

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios