Publicidade

terça-feira, 24 de março de 2015 Mercado Sertanejo, Música, Turnê | 19:54

Prestes a embarcar para mais uma turnê internacional, Paula Fernandes sonha com parceria com John Mayer e Coldplay

Compartilhe: Twitter
Paula Fernandes (AgNews)

Paula Fernandes (AgNews)

Paula Fernandes está pronta para encarar mais uma turnê internacional em sua carreira. Nesta quarta-feira (25), a cantora embarca para os Estados Unidos e se prepara para três shows: no dia 27/03, em Newark (EUA); 28/03 em Toronto (Canadá) e 29/03, em Boston (EUA). “Já enchi a mala de agasalho”, brincou Paula, em conversa com o iG antes do embarque.

Paula contou que as apresentações serão adaptações do que faz no Brasil, já que fica muito complicado levar toda a estrutura de shows que realiza por aqui. “Mas o conteúdo é o mesmo. Muita coisa vai para o LED. Varia de lugar para lugar também, de acordo com a estrutura. Mas independente dos objetos cênicos, teremos um show grandioso e emocionante”, afirmou.

A cantora afirmou que não tem acesso aos ingressos vendidos, mas seguindo o que já aconteceu em outras turnês internacionais, ela garante que o público será uma mistura de nacionalidades. “Percebo que é um público muito variado. Muita gente de lá e muitos brasileiros. É sempre uma caixinha de surpresa. É muito interessante tocar lá fora. Aqui também, mas lá, parece mais incomum”.

Sobre os brasileiros que vão assistir Paula, ela comemora o fato de poder fazer com que eles possam matar um pouquinho da saudade do Brasil ouvindo suas músicas. “Tenho muito orgulho de encontrar os brasileiros que moram fora. Acabam matado a saudade através de mim”, afirmou a cantora, que falou ainda sobre o alcance de suas parcerias internacionais, como Placido Domingo e Shania Twain, por exemplo. “Quando saí a primeira vez para tocar fora, fui de coração aberto porque não sabia o que ia acontecer. Minhas parcerias levaram meus nomes para onde talvez não iria sozinha. O público de fora pode ter contato com minha música”.

Trabalho e diversão

Sobre o embarque antecipado, já que o show acontece somente na sexta, Paula explicou que os dias a mais também fazem parte dos compromissos no exterior. “É uma agenda bem de trabalho. Mas eu e minha equipe, como somos muito unidos, sempre nos divertimos. A viagem é sempre muito gostosa. Vamos tentar fazer um passeio, mas o mais legal será tocar lá fora.”

Novos trabalhos

Paula Fernandes deu uma repaginada em sua turnê “Um ser amor”, inspirada em seu DVD homônimo, já que seu último lançamento foi uma CD de regravações. Todo de parcerias nacionais e internacionais. “Nada como a estrada para trazer experiência, para saber o que é bom para o show e o que não é bom. Dei uma repaginada no cenário e no repertório, de maneira que ele está sempre novo. Muitas pessoas se emocionam com as baladas no meu show, mas também podem dançar. É uma apresentação que emociona e diverte, para crianças e velhinhos”, explicou Paula.

Sobre um próximo trabalho de inéditas, Paula afirmou que vem algo em breve, mas sem nenhuma data prevista, já que prefere trabalhar sem pressão em relação a isso. “Estou bem tranquila. Minha inspiração precisa de tempo. É muito importante respeitar o fluxo. Esse trabalho vai sair, mas não tenho data”, afirmou. De repente, o próximo álbum pode vir com novas parcerias. Vontade não falta para Paula, que tem até alguns nomes em mente. “Eu seria injusta se dissesse um só. Já tive oportunidade de encontrar com muitos ídolos. Mas se for para citar alguns, Djavan, Caetano Veloso, John Mayer e Coldplay…. Sonhar não paga pedágio”, se diverte Paula.

A cantora finalizou a conversa falando sobre o surgimento de novas vozes femininas no mercado sertanejo e na insistência de o mercado sempre querer colocar um nome como concorrente da cantora. “Eu não encaro nada na música sertaneja como concorrência, porque não é uma guerra. Aqui somos parceiros. Me receberam com tanto carinho no mercado, independente de ser homem ou mulher. Já surgiram várias mulheres desde que apareci. E várias outras podem se encorajar e vencer. Fico orgulhosa de saber que sou referência”.

Autor: Tags: ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios