Publicidade

Arquivo da Categoria Arrocha

terça-feira, 31 de março de 2015 Arrocha, CD, Mercado Sertanejo | 14:02

No embalo da sofrência: gravadora lança álbum e reúne vários artistas que cantam o ritmo

Compartilhe: Twitter

Capa do CD  'Ô, sofrência!'

Capa do CD ‘Ô, sofrência!’



Pablo vem puxando o ritmo da sofrência há algum tempo. Mas muitos artistas do mercado sertanejo têm canções na mesma levada. Assim, a Som Livre fez um compilado de alguns de seus artistas e lançou o disco “Ô, Sofrência”, que pode emplacar aí até um novo gênero musical, por que não?

Zé Felipe, filho de Leonardo, que acaba de estrear na carreira musical, conquistou um espacinho no disco, que conta com Gusttavo Lima, Jorge e Mateus, Henrique e Juliano, Léo Magalhães, entre outros artistas. Além de Pablo, claro. Confira as faixas 14 faixas integrantes do álbum:

CD – Ô, SOFRÊNCIA!
Faixas: 14
Preço sugerido: R$ 14,90

1. Porque homem não chora/ Pablo (Ronny dos Teclados)
2. Que mal te fiz eu (Diz me) / Gusttavo Lima (Ricardo)
3. CD’s e livros / Léo Magalhães (Tatielle / Sorocaba / Henrique)
4. Entrada proibida (alô porteiro) / Tayrone Cigano (Di Sousa / Adriano Bernardes / Carlos Pitty)
5. Calma / Jorge e Mateus (Marilia Mendonça / Elcio Di Carvalho / Gustavo Alves / Fred Willian)
6. Até você voltar / Henrique e Juliano (Marilia Mendonça / Juliano Tchula)
7. Conta pra mim / Mariozan Rocha (Alexandre Barros / Hamilton Silva)
8. Fui fiel / Gusttavo Lima(Pablo / Fabinho O’Brian / Filipe Escandurras / Magno Sant’anna)
9. Vingança do amor/ Pablo – Part. Especial: Ivete Sangalo (Tierry Coringa / Filipe Escandurras / Magno Sant’anna)
10. Tá na sofrência / Tayrone Cigano (Flavinho do Kadet / Rhino Leite)
11. Sabe esse cara / Thiago Brava (Flavinho Tinto / Nando Marx / Douglas Melo)
12. Sofrência / Cristiano Araújo (Magno Sant’anna)
13. Onde anda meu amor / Léo Magalhães (Paulynho Paixão / Luciano Bonfim)
14. Saudade de você / Zé Felipe (Adair Cardoso)

Autor: Tags: , , , , , ,

domingo, 18 de agosto de 2013 Arrocha, DVD, Música | 21:11

Israel Novaes já tem data e local para a gravação de seu primeiro DVD

Compartilhe: Twitter
Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes está prestes a lançar seu primeiro CD, já que o que tinha no mercado era uma compilação de seus hits usado mais para a divulgação de seu trabalho. Agora, o cantor vai colocar um álbum no mercado, totalmente planejado para mostrar a que veio. “Só tem como acrescentar. É um momento de mostrar que viemos para ficar. Nesse lado musical que a gente tem, existe um espaço muito grande e já está misturado no sertanejo. Essa musicalidade nova que vamos mostrar nesse DVD, só vai mostrar que estamos no rumo certo, que só tem que trabalhar com a cabeça no lugar”, afirmou o cantor que, em seguida, vai gravar seu primeiro DVD. O trabalho já tem data e local para ser captado. “Será em Goiânia, no dia 25 de outubro”, anunciou o cantor ao iG, durante o festival Villa Mix na Festa do Peão de Barretos, que aconteceu neste sábado (17).

Leia mais: Israel Novaes: “Estou no começo do começo. Tem muito tempo para trabalhar e mostrar que não estou de passagem”

Leia também: Israel Novaes: “Não pode ser galinha, mas tem que pegar”

Por lá, Israel também analisou sua evolução de palco e musical durante seus dois anos de carreira. Quem acompanha o artista desde o início, sabe que ele evoluiu bastante, principalmente quando se fala em presença de palco e seleção musical. “Tenho somente tempo para perceber isso quando olho os shows passados. A tendência é a gente olhar para frente. Agora, eu penso: ‘está bom, mas posso melhorar ainda mais’”, afirmou o cantor.

Israel comentou ainda que, hoje, já pode mostrar no palco seu lado “Israel Novaes”, sem precisar exibir o perfil de suas referências artísticas. “Bem no começo da carreira você acaba pegando um pouco de um e um pouco de outro, das pessoas que são sua referência musical, de palco. E depois você já pega coisas suas e sabe que pode colocar sua cara no show, se sentindo mais a vontade de fazer algo com sua cara”, explicou o cantor.

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Israel Novaes (Foto: Claudio Augusto)

Autor: Tags:

quinta-feira, 18 de julho de 2013 Arrocha, CD, DVD, Gravações, Música | 20:27

Israel Novaes: “Estou no começo do começo. Tem muito tempo para trabalhar e mostrar que não estou de passagem”

Compartilhe: Twitter
Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Israel Novaes começou a carreira em 2011, estourando pouco depois com a canção “Vem Ni Mim Dodge Ram”. Apesar do pouco tempo de carreira, o cantor já mostrou que o tempo de estrada o deixou mais maduro, musicalmente e pessoalmente falando.

Antes de um show que realizou no Villa Country, em São Paulo, o cantor mostrou que, apesar do crescimento, tem consciência de que precisa seguir um forte trabalho para continuar no mercado sertanejo. Para isso, quer mostrar que é muito mais que o “cara do arrocha”, embora acredite que não precisa de nenhuma estratégia para tirar esse rótulo. “As coisas vão acontecendo, as músicas vão chegando. Só estou no começo ainda. No começo do começo. Tem muito tempo para trabalhar e mostrar que vim para ficar. Não estou de passagem. Esse pseudônimo vem acrescentar. É uma coisa a mais que eu tenho por eu, sem querer, ter trazido esse estilo na música sertaneja”, afirmou o cantor, que ainda defendeu: “Se eu cheguei com uma coisa diferente, não é porque vou ficar com aquela coisa, é porque gosto de diferenciar, criar coisas diferentes e misturar musicalidade”.

Leia também: Israel Novaes: “Não pode ser galinha, mas tem que pegar”

A ideia de Israel agora é misturar outros ritmos no sertanejo, e a aposta dele é no forró. “Música não tem barreira, não tem fronteira, não tem divisão. A música sertaneja é sertaneja, porque vem do sertão, não porque é caipira mais. Então não precisa de bota no pé, de fivela no cinto e chapéu na cabeça para fazer música sertaneja. Forró é música sertaneja, porque é do sertão e a música sertaneja chegou nas grandes capitais”, explica.

Compositor de muitas canções românticas interpretadas por outros artistas, ele garante que sua carreira seguirá focada nessa mescla de hits e baladas. “As duas músicas podem andar juntas. Elas não competem em espaço. Existe um momento que você quer ouvir música romântica e existe um momento que você quer animar o espírito e jogar a música para cima”.

Para mostrar as novidades, sejam elas mais lentas ou agitadas, Israel tem dois lançamentos pela frente. Em agosto, ele coloca mais um CD no mercado, com algumas canções inéditas e muitos dos hits que leva para a estrada. Fora isso, o cantor gravará um DVD em novembro. O local da filmagem ainda não está definido, mas Goiânia está entre as cidades cotadas.

Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Israel Novaes (Foto: Rosa Marcondes)

Autor: Tags:

sábado, 3 de novembro de 2012 Arrocha, DVD, Gravações, Show | 11:42

Precursor do arrocha fala sobre inserção do ritmo no sertanejo: “Se fosse ruim, não estaria sendo cantado por outros gêneros”

Compartilhe: Twitter

Claudia Leitte participa de gravação de DVD de Pablo em Salvador (Foto: Milene Cardoso / AgNews)

Picture 1 of 7

Arrocha: Uma expressão nas pistas de dança da Bahia que se tornou influência musical no sertanejo. O ritmo vem embalando canções de grande parte de duplas e artistas solo e se tornou quase obrigatório no repertório dos sertanejos. Pablo, precursor do arrocha, diz se sentir um pouco responsável por essa nova onda, que chegou a gerar já um movimento: o arrocha universitário. “O arrocha que está surgindo no sul, como o ‘Camaro Amarelo’, músicas de Gusttavo Lima, Michel Teló, que fazem aquele arrocha mais para frente, não é o arrocha da Bahia. Mas fico feliz, porque é sinônimo de que é uma coisa boa. Se você está gravando, cantando, é porque é uma coisa bacana. É uma música que está contagiando. Se fosse ruim não estaria sendo cantado por outros gêneros”, comentou o cantor, que acredita que a inserção do arrocha no sertanejo ajudou a fortalecer os dois ritmos. “O espaço está aí para todo mundo. A gente tem nosso público, sertanejo tem o público deles. O Michel Teló gravou música de Pablo, grandes artistas também gravando em ritmo de arrocha. Isso só serviu para fortalecer. Todo mundo crescendo junto”.

Pablo, que já tem 12 anos de carreira, gravou na noite desta quinta-feira (01) seu quarto DVD de carreira e primeiro com a nova gravadora, a Som Livre. Sem o balé com o acompanha nas turnês no palco, Pablo lotou o espaço com as participações especiais de Claudia Leitte, Daniela Mercury, Tatau, Fátima Leão, Gaby Amarantos, Alinne Rosa e Marcos Antônio. E, nos bastidores, lamentou não poder cantar ao lado de Zezé Di Camargo e Luciano, dupla que influencia a carreira do cantor. “Não tive a oportunidade de convidá-los, mas vou para o Cruzeiro É O Amor, participar dessa viagem maravilhosa”, comemorou Pablo, que por muitas vezes tem sua voz comparada a de Zezé. “Isso enche minha bola, meu ego, porque sou fã de Zezé Di Camargo e Luciano”.

Leia também: Pablo sobre o arrocha: “Se fosse ruim, ninguém faria cópias”

Ouça Pablo cantando “Pecado de Amor” e “Casa ao Lado” na TViG

O DVD de Pablo contará com 28 canções e deve ser lançado no início de 2013. No repertório, canções que são sucesso na voz também de outros sertanejos, como “Pecado de Amor”, faixa título do CD de Eduardo Costa; e “Você vai ficar em mim”, gravada por Cristiano Araújo.

Autor: Tags: ,