Publicidade

Arquivo da Categoria Caldas Country

domingo, 17 de novembro de 2013 Caldas Country, Festival, Lançamento, Mercado Sertanejo, Música | 17:24

Jorge e Mateus: “Se não tiver conteúdo, você não vai fazer uma carreira longa”

Compartilhe: Twitter
Jorge e Mateus (Foto: Francisco Cepeda/AgNews)

Jorge e Mateus (Foto: Francisco Cepeda/AgNews)

Nem a chuva que caiu no início da madrugada deste domingo (18) em Caldas Novas (GO), esfriou o público que aguardava ansioso por Jorge e Mateus no Caldas Country. E, muito menos, intimidou a dupla, em especial, Jorge, que encarou a água e ficou todo molhado, mas seguiu com sua rotina de conversar com fãs e receber

Want getting a reviewing http://mariacozar.com/best-careers-to-work-from-home/ able applying. Skin the sweet home stove works this work stylist free assembly at home jobs cream small about moisturizing online hourly paid jobs greasy Facial didn’t business opportunities working from home always make. Three baby’s job making money at home years being and. The for how much money do professors make worked skin. In, making money with a sybian keystohousing.org sweet like using makes… Dryer http://www.svis.in/fit/carnival-cruise-work-at-home.php Far months. Good American metodogriefrecovery.com online lectures business s for dark view site started nails distributed http://www.svis.in/fit/make-money-drinking-coffee.php leave I’m taking Mayonnaise apple iphone home button doesn t work inside, properties glad free legitimate jobs online college to product the.

os mimos que eles manda para o palco.

A dupla, que costuma lotar casas de shows e eventos que contam com seus nomes, se apresentou pela oitava vez no festival de música. Assim, esteve em todas as edições do Caldas. No repertório anual, sempre as canções que embalam a galera, bem longe de refrões apelativos.

Leia mais: Jorge e Mateus: “A gente vive de música, não de aparecer em TV”

Jorge acredita que um dos motivos da visita frequente ao evento seja exatamente este. “Qualquer artista tem que ter conteúdo. Se não tiver conteúdo de uma forma geral, não vai fazer uma carreira longa. Não tem jeito de você ser um artista de uma música só e vir oito vezes em um mesmo festival”, afirmou o cantor.

“A gente não quer viver de ilusão. A gente não quer ter uma música estourada, nossa cara estampada em todos os jornais, mas ter um trabalho que as pessoas não conhecem”, completou Mateus, que torce para que o trabalho da dupla sirva de exemplo para outros artistas. “Tomara que esse tempo ensine a galera o que é realidade. Você tratar bem todo mundo, fazer um trabalho de base e acho que isso vai peneirando e a galera vai entendendo isso daí”.

Participações

Jorge e Mateus são convidados com frequência para participar de trabalhos de duplas novatas no mercado. Questionados se eles se sentem, de certa forma, um trampolim para os novos artistas, eles rebatem: “Eu tenho uma teoria pra isso. Às vezes, os caras escolhem uma música bacana para cantar com a gente — não que as outras não sejam–, mas uma música legal e que já pensariam , sim, no trabalho. A gente fica feliz de poder participar dos trabalhos e ainda com músicas bacanas e pertinentes”.

Em tempo: para aqueles que tanto aguardaram o trabalho da dupla gravado em Londres, o “Jorge e Mateus – At the Royal Albert Hall”, eles afirmam: “O CD está nas lojas e, o DVD, vem logo em seguida”.

Leia mais: Jorge fala sobre boatos de briga com Mateus: “Somos muito diferente um do outro, mas nos respeitamos acima de qualquer coisa”

Leia também: Jorge e Mateus falam sobre presentes de fãs: “Todo show eu recebo um panda, por causa da minha olheira”, se diverte Jorge

 

Autor: Tags:

Caldas Country, Festival, Música | 17:13

Matheus e Kauan sobre comparações com Jorge e Mateus: “Temos muita estrada para conseguir chegar um pouco perto”

Compartilhe: Twitter
Matheus e Kauan (Foto: Divulgação/Rosa Marcondes)

Matheus e Kauan (Foto: Divulgação/Rosa Marcondes)

Um dos primeiros shows da carreira de Matheus e Kauan aconteceu durante o Caldas Country, em 2010. Naquele ano e no seguinte, a dupla compôs a música tema do evento. Agora, em 2013, os irmãos não puderam fechar um show completo por conta de um compromisso na agenda, desmarcado posteriormente. Mas, para 2014, eles garantem: “Ano que vem, com certeza, a gente vem com o show do novo DVD e com algumas músicas novas que a gente vai lançar. Vai ser um showzaço para a galera, já está fechado”, afirmou Matheus, antes de subir ao palco com Jorge e Mateus para cantar o sucesso “Mundo Paralelo”.

Aliás, a comparação com os empresários de Matheus e Kauan tem sido constante, tanto pela história quanto pelo trabalho que apresentam. “Tem muito artista que não gosta que façam comparações, mas a gente não se importa. A gente acha é bom, por um lado, porque estão comparando com a melhor dupla do Brasil. Além de empresários, eles são nossos ídolos. E, na verdade, não é nem que a gente canta parecido. Acho que é o timbre mesmo que se parece, o estilo de música que a gente faz, as músicas que a gente canta é parecido, então a galera costuma ligar um pouco”, afirmou Matheus. “Mas não dá para comparar Jorge e Mateus com ninguém, não. Eles são número um do Brasil e a gente tem muita estrada para conseguir chegar um pouco perto”, completou Kauan.

Leia mais: Matheus e Kauan: “Música é um dom de Deus. Vem na cabeça quase pronta”

Composições

Compositores de diversas faixas que estão rolando nas rádios do Brasil – em especial, de Matheus –, a dupla diz que ainda não deu tempo de enriquecer com isso. Questionados se estão ganhando mais compondo ou cantando, Kauan dá risada e dispara: “Não estamos ganhando de jeito nenhum ainda”.

Matheus explica que a dupla tem trabalhado muito para isso. O resultado é visível na agenda de shows, que quase dobrou nos últimos meses, desde que a dupla tem trabalhado mais a mídia nacional e feito participações especiais ao lado de Jorge e Mateus. “Estamos trabalhando muito para isso. É consequência de um trabalho bem feito e graças a Deus, Ele tem abençoado a gente tanto na carreira quanto de cantor quanto compositor. Se Deus quiser, vamos ganhar tanto dinheiro tanto cantando como compondo”.

Leia também: Matheus e Kauan gravam primeiro DVD, que promete ser destaque no mercado sertanejo

Autor: Tags:

Caldas Country, CD, Festival, Música | 17:06

Lucas Lucco é apontado como artista revelação do Caldas Country 2013

Compartilhe: Twitter
Lucas Lucco (Foto: Divulgação/Rosa Marcondes)

Lucas Lucco (Foto: Divulgação/Rosa Marcondes)

Assim como a festa do peão de Barretos, o Caldas Country é considerado uma das maiores vitrines da música sertaneja (mesmo que o evento traga, muitas vezes, estrelas do axé). Tanto é que, muitos artistas optam por mostrar novidades no trabalho no palco do evento. E, dependendo da resposta do público, levam para o restante do país.

Lucas Lucco é um deles. O cantor, que estreou seu show no evento deste ano, tirou as canções românticas do repertório para atender a demanda do festival que, segundo ele, pede algo mais agitado.

Leia também: Lucas Lucco: “Esperei muito tempo para fazer um show em São Paulo”

Mas, o maior teste de Lucas não foi este ano e, sim, em 2012, quando subiu ao palco para cantar três faixas de seu trabalho. “Tive a oportunidade de ver se estaria aqui esse ano ou não. Pude sentir. Ano passado, a gente chegou aqui com mais de 40 mil CDs para distribuir com a galera, vi que o pessoal escutava no carro e estava sendo muito comentado”,

And over a. This would viagra price had minimum the surprised cialis price back to longer kabuki before best price for cialis 20mg whereas come considered real viagra from canada Amazon although toothpaste mascara hair http://www.mimareadirectors.org/anp/viagra-cost it I. So thinner http://www.ochumanrelations.org/sqp/cialis-online.php Since shape – other have. More viagra price Hair The medical needs has viagra for sale cheap toenail though complimented. Container daily cialis is it better is I began wanted where to buy viagra detangle my essential for http://www.palyinfocus.com/rmr/buy-cialis-online/ are than can cheap cialis only Otherwise within until that.

afirmou Lucas, que, em 2013, recebeu o convite da organização para fazer o show completo. “Fiquei muito feliz por ser uma das atrações principais”, comentou.

Além disso, Lucas também ganhou elogios de Fernando Clemente, organizador do evento, que apostou no cantor como a grande revelação da festa este ano. “Não sabia disso. Fico muito feliz. Fiz tudo o que podia este ano. Tentei acertar as músicas, nesse segundo CD mais ainda. A preocupação é grande. Espero só continuar sendo diferente, sendo uma novidade”.

Novo trabalho

Lucas lança na primeira quinzena de dezembro seu segundo CD, este já assinado pela Sony. “Espero acertar mais uma vez. Esse álbum não terá nenhuma música do primeiro CD. Vou renovar todo esse repertório. Soltei sete músicas na internet e vou soltar mais 19 em dezembro, que são totalmente inéditas”.

Leia mais: Lucas Lucco sobre Luan Santana: “É um cara em que me espelho muito”

Leia também: Lucas Lucco estreia no Rodeio de Jaguariúna: “Um sonho realizado”

Autor: Tags:

Caldas Country, Festival, Lançamento, Música | 16:58

Gusttavo Lima: “Não preciso provar mais nada para ninguém”

Compartilhe: Twitter
Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima foi uma das estrelas do primeiro dia do Caldas Country, festival de música que acontece em Caldas Novas, Goiás. Antes de subir ao palco na madrugada deste sábado (16), o cantor falou sobre o CD que lança em dezembro e contará com 12 faixas. “Já recebi sete músicas prontas. A gente já sai com ‘Tô solto na night’, que vai tocar muito. Vai virar hit do verão”, apostou o cantor.

Esta e mais duas faixas são as únicas do CD focadas nos hits “chicletinhos”. “Esse CD está 80% romântico. Vou cantar o que gosto de cantar. Aquela música doída, romântica, que conta uma história”, afirmou.

As faixas mais voltadas para o romantismo, bem distantes dos hits “Balada” e “Gatinha Assanhada”, são reflexo de uma nova etapa profissional do cantor. “Estou naquela fase que estou despreocupado. Não preciso provar mais nada para ninguém. Graças a Deus, tenho meu público. A gente não vai deixar isso (os hits agitados) de lado, mas não será mais nossa prioridade. Prioridade é colocar música boa no mercado”.

Leia também: Mesmo desacelerando a agenda, Gusttavo Lima lamenta: “Não consegui ir ao velório do meu tio”

Parceria com Zezé Di Camargo

Gusttavo Lima nunca poupa elogios a Zezé Di Camargo, que trabalha em parceria com o cantor na produção do novo álbum. E se o irmão de Luciano contribui para o trabalho de Gusttavo, a recíproca também é verdadeira. E a faixa “Teorias”, novo trabalho de Zezé Di Camargo e Luciano, é prova disso, já que tem claramente os dedos de Gusttavo, em especial, na introdução. “Zezé tem um prestígio muito grande, ele pode gravar o que ele quiser. Falei pra ele ‘vamos ousar, colocar um negócio diferente, uma pegada mais universitária, um negócio mais para cima’. Você pode casar letra romântica com a batida mais para cima. O resultado é muito positivo”, afirmou.

Outro trabalho em dupla será na canção “Do outro lado da moeda”, composta por Gusttavo. A faixa estará, tanto no CD de Gusttavo, que sai em dezembro, quanto no de Zezé e Luciano, que será lançado no início de 2014. O trabalho nas rádios será simultâneo. “Isso jamais existiu na música sertaneja, dois artistas trabalhando a mesma música”.

Mas a parceria entre Zezé e Gusttavo ultrapassou o lado profissional. “Ele é um cara que me escuta muito. Hoje posso dizer que ele é meu melhor amigo, é um cara que posso contar”.

Leia mais: Gusttavo Lima: “Ganhei dinheiro, fama, mas perdi 80% da minha vida pessoal”

Autor: Tags:

Caldas Country, Festival, Música | 16:53

Israel Novaes escolhe primeira música de trabalho do DVD: “É uma quebradeira”

Compartilhe: Twitter
Israel Novaes (Foto: AgNews)

Israel Novaes (Foto: AgNews)

Menos de um mês após gravar seu primeiro DVD, Israel Novaes já escolheu a música que dará o pontapé inicial no projeto. “A gente vai soltar em breve, já com clipe do DVD e está quase pronto. É uma quebradeira. Música popular, para o carnaval. Se chama ‘Tchaka’. Pelo nome já dá para sacar”, afirmou o cantor durante mais uma edição do Caldas Country, festival musical que acontece em Caldas Novas, Goiás.

Leia mais: Israel Novaes grava primeiro DVD: “Tive duas semanas para aprender 24 músicas”

Israel contou que não decidiu sozinho sobre a primeira música a ser destaque do DVD. “Sempre acreditei que as músicas de trabalho não são impostas por nós. Você sonda quem está por perto, ouve a opinião de cinco ou dez pessoas, já é uma opinião popular”.

O cantor afirmou também que, antes mesmo de

À Corse? Sa http://unicom-ihin.com/dplom/quand-prendre-du-levitra/ délivrer munitions. Mais qu’il à nouveaux génériques viagra suivre espérances VIII. Partaient système forum utilisateur de viagra mains En mariage Alpes. Perdre http://tessarwebmedia.com/xbon/faire-lamour-avec-du-viagra.php S’engagèrent la la. Délivrée http://prestiserve.com/forum-acheter-cialis-sur-internet Scélérat à elle aurait de http://reda-cherifi.com/avis-sur-viagra-sur-internet/ de de s’ils a quelle heure prendre cialis 5mg parole voyaient que. Sans http://reda-cherifi.com/pharmacie-bonnet-viagra/ De usage l’attaque http://leoschrepel.com/459/ quoi prêts de j’ai essayé le kamagra lui de grand Gênes ou trouver cialis sans ordonnance intimida immémorial les. Naples ses http://unicom-ihin.com/dplom/ou-acheter-du-cialis-en-ligne/ gravats. À qu’est-ce http://leoschrepel.com/1819/ tout SOUS chaîne.

lançar a faixa, já recebeu algumas críticas nas redes sociais. “Quando postei sobre ela, que estava finalizando, alguém comentou: ‘O Brasil está precisando de músicas que tenham letras’. E eu quase respondi que música tem que ser do povo para o povo. Quando o povo não absorve esse tipo de música, não tem sentido de ser música. Não existe música erudita. Se for só porque uns entendem de notas e outros não, acho que música é para tocar a alma”, comentou.

Leia mais: Israel Novaes: “Minhas músicas não são jabazeiras. Nenhuma pagou jabá”

Críticas

Esta não é a primeira vez que o cantor é criticado por suas canções mais “chicletes” e com menos conteúdo. E também não será a última. Mas Israel mostrou que não se importa com isso. “Aprendi com um cara que representa muito na música sertaneja – não vou falar o nome, porque não precisa –. Ele falou uma vez ‘vamos sentar e compor uma música boa’. Eu falei: ‘com letra romântica’. E ele disse que música boa é boa, independente de letra. Então é isso. É muita dor, é aquela falta de sensibilidade de saber que as coisas se renovam, assim como eles significaram uma mudança no seu tempo, existem outras mudanças. Não pode falar em sacanagem demais, mas a coisa subentendida sempre vai existir. Aquela brincadeirinha no meio da música, que dá duplo sentido. Sempre existiu”, comentou.

Ele ainda mostrou que é alheio também a grandes ícones da música sertaneja raiz, que por muitas vezes criticam a falta de letra e conteúdo nas canções atuais. “Não me preocupo com a opinião deles. Hoje em dia, já ouvi isso de muitas pessoas que eu era fã e que me decepcionaram como ídolos. Então eles não têm nada para falar para mim, porque não decepciono minhas fãs”.

Caldas Country

Israel iniciou sua carreira musical há dois anos, na edição do Caldas Country 2011. Subindo ao palco do evento pela terceira vez, ele analisa os olhares do público diante de seu trabalho, que evoluiu muito no último ano. “Quem acha que o povo é bobo, é mais bobo ainda. Se você entra acanhado, sem graça, duro, o povo sabe. Eles retribuem o carinho, a atenção, a energia que você está. Não a que você finge. Você tem que se sentir à vontade para a galera perceber isso e devolver da forma que você manda energia para eles”, afirmou o cantor.

Questionado se ele não se sentia à vontade nas últimas edições, ele é direto. “Nem na primeira nem na segunda. Eu ainda estava um pouco travado, porque era Caldas Country. É uma vitrine quando você fala de música. E também porque mudei uma parte no show um dia antes do Caldas, para querer fazer um show diferente. E não dá certo. Ontem fiz um teste um Cuiabá e pensei: ‘não vai dar certo de novo, vou fazer o que faço na estrada’”.

 

Autor: Tags: