Publicidade

Arquivo da Categoria Música

terça-feira, 24 de março de 2015 Mercado Sertanejo, Música, Turnê | 19:54

Prestes a embarcar para mais uma turnê internacional, Paula Fernandes sonha com parceria com John Mayer e Coldplay

Compartilhe: Twitter
Paula Fernandes (AgNews)

Paula Fernandes (AgNews)

Paula Fernandes está pronta para encarar mais uma turnê internacional em sua carreira. Nesta quarta-feira (25), a cantora embarca para os Estados Unidos e se prepara para três shows: no dia 27/03, em Newark (EUA); 28/03 em Toronto (Canadá) e 29/03, em Boston (EUA). “Já enchi a mala de agasalho”, brincou Paula, em conversa com o iG antes do embarque.

Paula contou que as apresentações serão adaptações do que faz no Brasil, já que fica muito complicado levar toda a estrutura de shows que realiza por aqui. “Mas o conteúdo é o mesmo. Muita coisa vai para o LED. Varia de lugar para lugar também, de acordo com a estrutura. Mas independente dos objetos cênicos, teremos um show grandioso e emocionante”, afirmou.

A cantora afirmou que não tem acesso aos ingressos vendidos, mas seguindo o que já aconteceu em outras turnês internacionais, ela garante que o público será uma mistura de nacionalidades. “Percebo que é um público muito variado. Muita gente de lá e muitos brasileiros. É sempre uma caixinha de surpresa. É muito interessante tocar lá fora. Aqui também, mas lá, parece mais incomum”.

Sobre os brasileiros que vão assistir Paula, ela comemora o fato de poder fazer com que eles possam matar um pouquinho da saudade do Brasil ouvindo suas músicas. “Tenho muito orgulho de encontrar os brasileiros que moram fora. Acabam matado a saudade através de mim”, afirmou a cantora, que falou ainda sobre o alcance de suas parcerias internacionais, como Placido Domingo e Shania Twain, por exemplo. “Quando saí a primeira vez para tocar fora, fui de coração aberto porque não sabia o que ia acontecer. Minhas parcerias levaram meus nomes para onde talvez não iria sozinha. O público de fora pode ter contato com minha música”.

Trabalho e diversão

Sobre o embarque antecipado, já que o show acontece somente na sexta, Paula explicou que os dias a mais também fazem parte dos compromissos no exterior. “É uma agenda bem de trabalho. Mas eu e minha equipe, como somos muito unidos, sempre nos divertimos. A viagem é sempre muito gostosa. Vamos tentar fazer um passeio, mas o mais legal será tocar lá fora.”

Novos trabalhos

Paula Fernandes deu uma repaginada em sua turnê “Um ser amor”, inspirada em seu DVD homônimo, já que seu último lançamento foi uma CD de regravações. Todo de parcerias nacionais e internacionais. “Nada como a estrada para trazer experiência, para saber o que é bom para o show e o que não é bom. Dei uma repaginada no cenário e no repertório, de maneira que ele está sempre novo. Muitas pessoas se emocionam com as baladas no meu show, mas também podem dançar. É uma apresentação que emociona e diverte, para crianças e velhinhos”, explicou Paula.

Sobre um próximo trabalho de inéditas, Paula afirmou que vem algo em breve, mas sem nenhuma data prevista, já que prefere trabalhar sem pressão em relação a isso. “Estou bem tranquila. Minha inspiração precisa de tempo. É muito importante respeitar o fluxo. Esse trabalho vai sair, mas não tenho data”, afirmou. De repente, o próximo álbum pode vir com novas parcerias. Vontade não falta para Paula, que tem até alguns nomes em mente. “Eu seria injusta se dissesse um só. Já tive oportunidade de encontrar com muitos ídolos. Mas se for para citar alguns, Djavan, Caetano Veloso, John Mayer e Coldplay…. Sonhar não paga pedágio”, se diverte Paula.

A cantora finalizou a conversa falando sobre o surgimento de novas vozes femininas no mercado sertanejo e na insistência de o mercado sempre querer colocar um nome como concorrente da cantora. “Eu não encaro nada na música sertaneja como concorrência, porque não é uma guerra. Aqui somos parceiros. Me receberam com tanto carinho no mercado, independente de ser homem ou mulher. Já surgiram várias mulheres desde que apareci. E várias outras podem se encorajar e vencer. Fico orgulhosa de saber que sou referência”.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 16 de março de 2015 DVD, Mercado Sertanejo, Música, Parceria, Projeto | 16:07

Projeto entre Chitãozinho & Xororó e Bruno & Marrone deve ganhar DVD e música inédita

Compartilhe: Twitter
Chitãozinho, Xororó, Bruno e Marrone, juntos em projeto (Foto: CDC Shows e Eventos)

Chitãozinho, Xororó, Bruno e Marrone, juntos em projeto (Foto: CDC Shows e Eventos)

O projeto entre Chitãozinho & Xororó e Bruno & Marrone teve uma estreia sem compromisso na Festa do Peão de Barretos de 2013. Desde então, foram feitos cerca de cinco shows de forma mais discreta. Até que o quarteto conseguiu data para se apresentar em São Paulo, no Espaço das Américas. O sucesso era previsível e, do único show anunciado inicialmente, Chitãozinho & Xororó e Bruno & Marrone acabaram fazendo três apresentações com a casa lotada. A última delas, com transmissão para o Multishow. “Pediram uma terceira noite extra e para escolher entre quinta ou domingo. Pedi o domingo, porque é mais cedo, mais tranquilo e menos trânsito”, explicou Xororó, que é apelidado de Cuco por sua pontualidade.

Leia também: Com o estádio lotado, Chitãozinho & Xororó e Bruno & Marrone fazem show histórico em Barretos

O clima de descontração dos quatro sertanejos não acontece só no palco. Aliás, talvez, seja atrás dele que os artistas mostrem que a sintonia entre eles é o início de tudo. Se o primeiro show aconteceu de forma despretensiosa (o que não deixa o evento menos interessante), a nova apresentação tem bastante coordenação e uma abertura de arrepiar, onde uma dupla canta um trechinho da música de outra. “O show está mais cuidado. Lá (em Barretos) foi improvisado, agora está mais certinho”, contou Chitão. “ensaiamos bastante e o Chitão chegou atrasado”, brincou Bruno, que não poupou piadas durante a coletiva que antecedeu a primeira apresentação.

Entre muitas trocas de elogios entre uma dupla e outra, em especial, partindo de Marrone, eles contaram que a maior dificuldade foi escolher alguns dos muitos sucessos de carreiras deles e fazer um link entre um e outro para deixar o show mais dinâmico.

A parceria entre eles deve render ótimos projetos para os fãs. Segundo Chitão, bruno pensa muito à frente e já prevê um DVD e uma música inédita. “É bom para valorizar o projeto”, explicou Bruno.

Sobre as apresentações pelo Brasil, Xororó usou uma das músicas da dupla para dizer que “O artista vai onde o povo está”. Bruno contou que a maior dificuldade em acertar novos shows é a data, já que é preciso encontrar uma trégua entre as agendas das duas duplas, que seguem suas turnês normalmente. “Eles colocaram uma meta, porque não precisam mais de dinheiro, então não fazem tanto show. Só dois por semana”, apontou Bruno em tom de brincadeira, mas mostrando a realidade de Chitão e Xororó. “Quando fazemos três, tem que negociar”, explicou Xororó.

Sem citar números, Chitão afirmou que já existem outros shows marcados e revela o que pode ser o segredo das três apresentações lotadas. “A música romântica é eterna e o público começou a gostar mais das músicas antigas”.

 

 

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 15 de março de 2015 Família, Música, Saúde, Show | 11:47

Emoção toma conta de primeiro show de Milionário sem José Rico

Compartilhe: Twitter
Milionário faz primeiro show após morte de José Rico (Foto: Divulgação)

Milionário faz primeiro show após morte de José Rico (Foto: Divulgação)

Milionário realizou na madrugada deste sábado (14) o primeiro show sem a presença de José Rico. O cantor, conhecido como Zum, morreu no dia 3 de março, aos 68 anos. A missa de sétimo dia de Zé rico aconteceu na Igreja Matriz Velha, em Americana, no dia 10 de março.

Milionário subiu ao palco de Paranavaí, no Paraná, e fez sua primeira apresentação sem o companheiro. Zé, por diversas vezes durante o show, esteve presente no telão. Uma das pessoas da família que estava presente no local contou que o choro era geral entre o público.

Leia também:

Morre cantor José Rico, parceiro musical de Milionário

Famosos lamentam morte de José Rico

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 13 de março de 2015 DVD, Lançamento, Música | 15:32

Luan Santana comemora 24 anos com lançamento do clipe de “Escreve aí”

Compartilhe: Twitter

Luan Santana (Foto: AgNews)

“Escreve aí” já é um sucesso de Luan Santana antes mesmo de ser lançada. A música foi apresentada no show do cantor, em São Paulo, no início de novembro de 2014, e gravada em 17 de dezembro no quarto DVD do sertanejo.

No registro oficial, todas as fãs presentes já sabiam cantar a faixa, que foi lançada nesta sexta-feira (13). A divulgação do vídeo, o primeiro do próximo DVD de Luan, marca o aniversário de 24 anos do cantor. A letra original é de Bruno Caliman com um toque de Luan e Dudu Borges. Confira o resultado:

 

Leia também:

Luan Santana consolida carreira em gravação de 4ºDVD

Luan Santana libera músicas inéditas para fãs decorarem antes de gravação de DVD

Luan Santana decora quarto no clima de seu próximo DVD

Ele cresceu: Luan Santana apresenta música inédita durante show e mostra trabalho mais maduro

 

 

Autor: Tags: , ,

Mercado Sertanejo, Música, Sucesso | 15:05

Henrique e Juliano se consagram e marcam média de 25 shows por mês: “Pelo escritório, a gente fazia mais”

Compartilhe: Twitter

Henrique e Juliano no Villa Country (Foto: Eduardo Martins / CDC Shows e Eventos)

Picture 1 of 6

Em 2013, a carreira de Henrique e Juliano começou a mudar com o sucesso de “Não tô valendo nada”. A música era uma parceria com João Neto e Frederico, mas fez a dupla alçar voo solo. Em especial, com as canções românticas que vieram a seguir.

Na noite desta quinta-feira (12), Henrique e Juliano mostraram que o sucesso veio para ficar e entraram para a história do Villa Country, umas das casas sertanejas mais conceituadas do Brasil, alcançando a lotação máxima, feito conquistado anteriormente só por Cristiano Araújo e Jorge e Mateus. No total, entre todos os espaços da casa (salão principal, restaurante e saloon) passaram 10 mil pessoas. “A gente sempre quis isso, sonhamos com o reconhecimento do público. Claro que, quando o reconhecimento vem, a quantidade desses compromissos aumentam bastante. Hoje, fazemos uma média de 22 a 25 shows no mês. Bem complicado”, pontua Henrique, que estava um pouco rouco excesso de compromissos na semana. “Estou aqui curtindo até uma rouquidão forte essa semana. Acabei machucando a voz por conta dessa correria”, explicou.

Sobre o grande número de shows, Juliano contou que a dupla pediu para não passar desse número. “Pelo escritório, a gente fazia mais. Mas pedimos pelo menos cinco dias de descanso”, afirmou. “A gente precisa de um tempo para descansar, está com a família, com os amigos. Até para a cabeça funcionar direito. Mas estamos dando conta”, completa Henrique.

2015

Após período de férias e carnaval, a dupla, como tantas outras do mercado sertanejo, iniciou de vez os trabalhos de 2015. Para este ano, o plano ainda não está totalmente desenhado, mas Henrique e Juliano devem apostar mais um pouco nas faixas do DVD gravado em Brasília, há cerca de um ano. “Estamos colhendo os frutos positivos que o DVD trouxe para gente. A agenda está bem lotada e está faltando tempo até para a gente descansar. Mas já estamos montando repertório. Não sabemos se vamos montar CD, se vai gravar um próximo DVD. Mas se formos gravar, os planos estão para o próximo semestre”, afirma Henrique.

Semanas antes, a dupla tinha outra preocupação em mente: a estreia da turnê internacional. Após a realização, Juliano falou sobre sua primeira impressão. “Foi muito frio (risos). Rapaz, me deu uma saudade do Brasil, não nasci para aquele frio. É até engraçado, porque dentro dos estabelecimentos é bem quente, mas só no percurso de sair do hotel e entrar no carro, o cara já morre de tanto frio”, se diverte o cantor. “O Juliano é bem sensível para isso”, provocou Henrique, mostrando que o clima da viagem foi de pura diversão. “Mas foi bem gostoso. Receber os brasileiros e eles cantarem lá é uma forma de eles matarem a saudade do Brasil também. Foi uma experiência muito válida chegar nos Estados Unidos, cantar e ser muito bem recebido”, analisou Henrique.

O sertanejo contou ainda que todas as casas em que se apresentaram tiveram lotação máxima e que, em Boston, pediram para que a dupla se apresentasse por mais uma noite, já que tinha ficado para fora gente suficiente para mais uma noite de shows. “Mas não deu, porque a gente tinha compromisso no Brasil e tivemos que voltar”.

Perdas no sertanejo

Antes da apresentação, Henrique e Juliano também falaram sobre as perdas recentes no sertanejo: Zé Rico e Inezita Barroso. Juliano confessou que achou que fosse mais uma piada de internet a morte do parceiro musical de Milionário. E Henrique afirmou que ficou em choque. Até porque, mesmo com carreira recente, teve muitas oportunidades de cantar ao lado de Zé Rico. “Em todos os shows, eu fazia questão de beijar o palco. Porque realmente, para nós, ele foi o rei da música sertaneja. Revolucionou o mercado e vai fazer uma falta muito grande”, pontuou Henrique.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 Música | 13:47

Sertanejo morre aos 29 anos e recebe homenagem de cantores nas redes sociais

Compartilhe: Twitter
Luiz Henrique e Fernando com Munhoz e Mariano durante gravação de DVD, em 2012 (Foto: Divulgação)

Luiz Henrique e Fernando com Munhoz e Mariano durante gravação de DVD, em 2012 (Foto: Divulgação)

Daniel, Belutti, Mariano e muitos outros cantores sertanejos usaram suas redes sociais para lamentar a morte e homenagear um companheiro de estrada. Neste domingo (22), morreu o cantor Fernando Paloni, da dupla Luiz Henrique e Fernando.

Os dois eram irmãos e responsáveis pela composição de dois grandes sucessos interpretados por Michel Teló: “Humilde residência” e “Amiga da minha irmã”. Fernando lutava contra a leucemia e estava internado em um hospital de Barretos.

Em 2012, a dupla gravou um DVD em uma casa em Alphaville, na grande São Paulo, e recebeu no palco Marcos e Belutti, Munhoz e Mariano e Bruninho e Davi.

Leia também: 

Luiz Henrique e Fernando, autores de “Humilde Residência”: “Não era a música que a gente acreditava”

Compositores de “Humilde Residência”: “Se tivéssemos gravado antes do Michel, não quer dizer que faríamos o mesmo sucesso”

Homenagem feita para Fenando nas redes sociais

Homenagem feita para Fenando nas redes sociais

 

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Mercado Sertanejo, Música | 10:00

Gabriel Gava sobre carnaval: “É uma data boa. Pode vender o show mais caro”

Compartilhe: Twitter

Gabriel Gava (Foto: Divulgação)

De olho no carnaval, Gabriel Gava lançou a música “Fogo na rachada”. A canção não deve ser trabalhada em rádio, pois tem o foco específico da folia e deve ser apresentada incansavelmente nos shows que o cantor faz durante este carnaval: no dia 14/02, em Caldas Novas (GO), e no dia 15/02, em Ouro Preto (MG).

Aliás, falando em carnaval, o cantor afirmou que a data é muito boa para o sertanejo, por diversos motivos. “Você pode vender o show mais caro. Acho que o sertanejo tomou uma boa parte dessa cultura carnavalesca. Não só o axé. Antes, era só o axé que acontecia nessa época. Hoje o sertanejo tomou um pouco dessa parte, pelas músicas estarem tocando em todos os lugares do Brasil e estar na boca do povo. Acho que quem pede aí é a população e, não, quem contrata”, analisou o cantor, que está com o sucesso “Na mesa do bar” rolando nas rádios.

Para Gava, essa inserção do sertanejo do carnaval, em especial no da Bahia, surgiu com a entrada do arrocha no ritmo. “Agregou o sertanejo e o arrocha. Aí ficou forte para o lado da Bahia, do Nordeste. É uma coisa boa, porque os baianos gostam do arrocha e, agregando com o sertanejo, acabou que eles também começaram a curtir o sertanejo ou tomar uma percepção diferente para o sertanejo”, afirmou.

De olho no púbico da folia, Gava explica que faz uma pequena alteração em suas canções. “Quando vai fazer o carnaval, a gente vai fazer nossas músicas em elétrico, como é denominado quando o som é feito em cima do trio, como o sertanejo elétrico. Eles aceleram o beat para que as músicas fiquem mais aceleradas e mais dançantes”, explica o cantor, que também tem inspirações do axé em sua carreira. “Sou capixaba, do interior do Espírito Santo, e lá, o axé sempre foi muito forte. Quando eu tinha meus 13 e 14 anos de idade, o axé era muito evidente. Então, quando eu subia no trio para fazer um Carnaval ou só uma passagem, sempre tocava o axé também”.

O cantor acredita que, ainda assim, o axé não perdeu seu espaço no mercado. “Cada um tem seu espaço. O sertanejo só cresceu um pouquinho mais. Em janeiro e no carnaval, o axé é mais evidente que o sertanejo”, afirma Gava, que tem Ivete como grande exemplo do ritmo baiano.

Leia também: Sertanejo no quintal do axé: a festa baiana ao ritmo da sanfona

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 DVD, Gravações, Música, Show | 19:07

Entre atritos e ótima música, Victor e Leo gravam DVD “Irmãos”

Compartilhe: Twitter

Victor e Leo com Victor Freitas e Felipe (Caio Duran / CDC Shows e Eventos)

Picture 1 of 19

Victor e Leo gravaram o 4º DVD ao vivo da dupla. A filmagem aconteceu nestas quarta e quinta-feira (28 e 29/01), nos Estúdios Quanta, em São Paulo. Os irmãos fizeram este trabalho em um formato bem mais intimista que o anterior, o “Ao vivo em Floripa”, que chegou a levar o Grammy Latino.

Na plateia, cerca de 1300 pessoas, entre fãs selecionados e convidados. No palco, além da dupla, muitas participações. Nos dois dias, Victor e Leo fizeram o mesmo show, contando com 21 músicas no repertório. O que mudou mesmo foram as participações no palco e o clima entre a dupla.

Na quarta-feira, cantaram com os irmãos (aliás, “Irmãos”, é o nome deste trabalho), a dupla Victor Freitas e Felipe, Lucyana, Henrique e Juliano e a banda Malta. Neste dia, mesmo quando não era necessário repetir a canção, os anfitriões faziam bis das faixas a pedido do público. Com isso, a gravação acabou levando mais de três horas e Victor e Leo acabaram tendo alguns atritos no palco. Enquanto um comentava que o público estava cansado e era necessário acelerar o ritmo, o outro dizia que quem estivesse cansado, poderia ir embora. Mas as pequenas brigas entre os irmãos acabou sendo positiva para o DVD.

Primeiro, para mostrar que os pontos de vistas diferentes deles enriquecem o trabalho. Segundo que, pode ter sido apenas uma impressão ou consciência, Leo deu um gás diferente em algumas faixas, aumentando ainda mais a boa energia das músicas. Especialmente em “Primeiros Erros”. E, terceiro, para a dupla entrar novamente em sintonia e fazer um segundo dia de gravações bem mais alinhado e sem muitas repetições.

No segundo dia, repetiram as participações  Lucyana e a dupla Victor Freitas e Felipe. Além deles, Milionário e José Rico e Wesley Safadão gravaram suas contribuições para o trabalho.

No repertório, poucas regravações. Apenas “Na linha do tempo”, “Guerreiro”, “Caminhos diferentes”, “Como eu amei”, “Borboletas”, “Conheço pelo cheiro” e “Tudo com você”.

Das novidades, destaque para as faixas que contaram com participações. Todas muito boas e com a cara de cada convidado. Apesar disso, o ponto mais que positivo vai para “Vai me perdoando”, com Victor Freitas e Felipe, que já chegou com cheiro de sucesso.

Milionário e José Rico trouxeram a faixa que faz lembrar que a dupla anfitriã é sertaneja, já que as batidas do resto do repertório estavam bem mais voltadas para o rock, pop e até uma levada de arrocha, no caso das músicas com Wesley Safadão e Henrique e Juliano.

O blues “Momentos”, que Victor escreveu em homenagem ao avô, também é um excelente trecho deste trabalho. O cantor também apresentou no DVD outra homenagem, em “Tempos de Amor”. Esta, para a namorada, Poliana.

Com direção de Catatau, o DVD agrada e empolga do início ao fim. O trabalho tem previsão de lançamento ainda para o primeiro semestre.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 Convidados, DVD, Gravações, Música | 15:51

Malta, Wesley Safadão e Milionário e José Rico são alguns dos convidados do próximo DVD de Victor e Leo

Compartilhe: Twitter

Victor e Leo (Foto: Rosa Marcondes)

Nos dias 28 e 29 de janeiro, Victor e Leo vão gravar, em São Paulo, mais um DVD de carreira. Em entrevista ao iG em novembro, Victor comentou que o próximo trabalho da dupla seria algo que os irmãos nunca haviam feito. E de fato será: uma gravação em um estúdio, com pouca plateia e muitos convidados no palco, fazendo uma mistura de ritmos e gerações.

Nos últimos dias, a dupla anunciou aos poucos cada um dos artistas que farão participações. Agora, a lista já está completa. Além de Henrique e Juliano, Malta e Lucyana, já anunciados anteriormente, também farão parte deste novo trabalho a dupla Milionário e José Rico, o cantor Wesley Safadão e os novatos Victor Freitas & Felipe.

Autor: Tags: , ,

CD, Música, Show | 13:52

Loubet prepara novo CD e fala sobre excesso de pedidos de selfie no palco

Compartilhe: Twitter

Loubet se apresenta, pela segunda vez, na Woods São Paulo (Foto: AgNews)

Picture 1 of 7

Enquanto boa parte dos sertanejos segue aproveitando o período de férias, Loubet não pretende parar em 2015. Na noite desta quarta-feira (21), o cantor se apresentou na Woods, em São Paulo, e afirmou que seguirá sem pausas neste ano.

Tanto, que no próximo mês, já vai lançar um CD e, em seguida, o clipe de uma das músicas que compõem o álbum. “Janeiro é um pouco mais parado mesmo, muita gente vai para a praia, viaja para outros países. Mas está tranquilo. Nossa caminhada está bem planejada. Para 2015, já temos vários projetos. E começando o ano com várias novidades. Vamos lançar um CD. Trabalhar uma música em especial. E, quem sabe, gravar um clipe”, afirmou Loubet, que vai reformular seu show de estrada logo após o lançamento do CD, previsto para o final de fevereiro.

Loubet fez seu segundo show na casa e na capital paulista. O público em suas duas apresentações era praticamente o mesmo, contando com muita gente que viajou de suas cidades para acompanhar o ídolo. Tudo por conta própria.

“Graças a Deus, com o decorrer dos anos da minha carreira, a gente vem conquistando bastante fãs. São pessoas que gostam do meu trabalho, me seguem quando podem e estão sempre para prestigiar meu trabalho. Conheço muita gente que vai em vários shows e a gente pega amizade”, explicou o cantor, que disse ter contato com a ajuda destes fãs para se sentir mais confortável no palco de São Paulo. “Foi bem interessante. Na minha primeira vez aqui em São Paulo, eu estava bastante nervoso. Eles me deixaram bastante a vontade”, contou.

Mas, mesmo sendo fãs assíduos, eles não param de pedir selfie durante todo o show. E Loubet atende um por um enquanto apresenta suas faixas. Questionado se isso não atrapalha sua atuação no palco, o cantor é sincero. “Quando é muito, prejudica um pouco. Mas o carinho do público, a gente não pode deixar de fazer. Você tendo um joguinho de cintura lá em cima, acho que não tem tanto problema”.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última