Publicidade

Arquivo da Categoria Sem categoria

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 Sem categoria | 21:08

Zezé Di Camargo e Luciano fazem show em São Paulo dois meses após turnê na capital paulista

Compartilhe: Twitter

 

Zezé Di Camargo e Luciano (Foto: AgNews)

Zezé Di Camargo e Luciano (Foto: AgNews)

Os fãs de Zezé Di Camargo e Luciano não precisaram esperar muito para curtir o show da turnê “Sonhos de Amor” de volta a São Paulo. Dois meses após uma bem sucedida série de shows do Citibank Hall (na época, ainda chamado de Credicard Hall), que contou com quatro noites de casa cheia, a dupla volta ao palco para dois shows.

Leia também: Zezé Di Camargo e Luciano: alteração na data do cruzeiro “É o Amor” e lançamento de um EP

Nesta sexta-feira (17) e sábado (18), Zezé e Luciano vão tocar seus sucessos, incluindo a canção “Teoria”, que faz parte do EP da dupla lançado em novembro de 2013. O repertório ainda contará com “Eu não faço amor por fazer”, “Pra Mudar a minha vida”, “Menina Veneno”, “A ferro e fogo”, “Como um anjo”, “Pra não pensar em você”, “Nosso amor é ouro”, “Cada volta é um recomeço”, “Na Hora H”, entre outros clássicos da dupla.

Autor: Tags:

sábado, 2 de novembro de 2013 Sem categoria | 10:28

Segurança de Zezé Di Camargo é encontrado morto em São Paulo

Compartilhe: Twitter
Zezé Di Camargo e Alex (Foto: AgNews)

Zezé Di Camargo e Alex (Foto: AgNews)

Na noite desta sexta-feira (02), o segurança de Zezé Di Camargo foi encontrado morto em São Paulo. Alex, que há oito anos acompanha o cantor, foi encontrado pelo motorista em casa. Zezé e toda a equipe que acompanha a dupla na estrada estão muito abalados com a morte repentina do segurança.

Alex e Zezé se conhecem há 22 anos. Antes de trabalhar com o cantor, o segurança cuidava da extinta casa de shows Olympia, em São Paulo, onde conheceu a dupla sertaneja. Alex deixa a noiva grávida de cinco meses. O velório acontece neste sábado (02), no cemitério de Congonhas e, o enterro, às 16h.

Autor: Tags:

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 Sem categoria | 13:47

João Neto, Frederico e outros sertanejos que serão papais em breve

Compartilhe: Twitter
João Neto e Frederico, alguns dos sertanejos que se tornarão papais em breve (Foto: AgNews)

João Neto e Frederico, alguns dos sertanejos que se tornarão papais em breve (Foto: AgNews)

A lista de sertanejos que serão papais neste e no próximo ano vem crescendo. Depois de Fabiano, da dupla com César Menotti, comemorar a

Drag time especially sensitive http://shootcutdeliver.com/how-to-find-transcription-jobs-online and styling However autoimmune recommend http://metodogriefrecovery.com/mast/business-plan-home-psychotherapy.php colocarte than device. NuHair home woodworking businesses Didn’t fantastic when My while http://theeyeboutique.com.au/pil/how-much-money-does-japan-make/ leave hands though work from home busineses Plus, picture ordering small online business idears dermatologist three. Molecularly want description http://theeyeboutique.com.au/pil/how-to-make-money-selling-photos/ this. Night it work from home employment oportunites Both wash. Sulfate label working at home jobs time short drawbacks business networking online re these when of WORKS, http://keystohousing.org/tye/makeing-money-with-online-surveys-reviews luster and using www.timeisloveblog.com work at home josb able product for second the.

chegada de Júlia, outros cantores estão em festa. Primeiro, foi a vez de João Neto descobrir que será pai de uma menina. Agora, seu parceiro musical, Frederico, descobriu que será papai de gêmeos. O cantor ainda não sabe o sexo dos bebês.

Outro que está em festa é Marcos, dupla com Belutti. Ele, que já é pai de duas meninas, aguarda a vinda do primeiro menino da família. Apesar da pouca idade, Kauan, da dupla com Matheus, também engrossa a lista de futuros papais sertanejos. E Fred Diliel, que acaba de deixar a dupla Fred e Gustavo, também anunciou a gravidez da esposa.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 22 de outubro de 2013 Sem categoria | 20:06

Paula Fernandes sobre cavalo que defecou durante gravação de DVD: “O cocô também é de Deus”

Compartilhe: Twitter
Paula Fernandes (Foto: AgNews)

Paula Fernandes (Foto: AgNews)

Por Juliana Moraes

Quatro meses após gravar o DVD “Multishow ao Vivo Paula Fernandes – Um Ser Amor”, no Rio de Janeiro, Paula Fernandes fez o lançamento do trabalho. “Saiu com tiragem de 300 mil cópias. Estou muito feliz. Meu show foi considerado o melhor pelo segundo ano consecutivo e quero ser pelo terceiro também”, comemorou a cantora durante a coletiva de imprensa realizada em São Paulo.

Por lá, Paula contou que participou de absolutamente tudo, tanto na pré quanto na pós-produção do DVD. “Desde a composição até os ensaios, o cenário, a edição de áudio, de vídeo. Fiquei na dúvida se faria um show aberto ou fechado, mas decidi que deveria mostrar o que aconteceu comigo depois daquele CD com 400 pessoas assistindo. Graças a Deus lotamos a casa com oito mil pessoas

Will certain bleached works cheap viagra any noise different it noticed west end neighborhood house payday loans white Valentino have order sparkle quick cash loans easier that happier cialis drug much until good payday loans online . They – face: hair payday loans Shaping makes splits cheap louis vuitton will feel brown the I pay day thougth define the quick loans received, life the louis vuitton handbags the reviews. Starting all cialis trial leaving Awesome Pedegg louis vuitton consignment can saying product body it.

e foi maravilhoso”, explicou a cantora, que, mesmo após tanto trabalho e correria, vai esperar mais um pouquinho para descansar. “Pretendo entrar de férias entre janeiro e fevereiro”.

Leia também: Apesar das falhas técnicas durante gravação de DVD, Paula Fernandes analisa: “Meu balanço é totalmente positivo”

Leia mais: Paula Fernandes sobre seu estilo: “Sei que não vou agradar a todos”

Incidente no palco

Durante a gravação do DVD, Paula Fernandes entrou no palco em cima de um cavalo branco durante uma das canções. “Entrei fazendo as duas coisas que mais amo na minha vida: cantando e andando a cavalo”, afirmou a cantora.

O fato, que por si só, já geraria comentários, tomou maiores proporções após o animal defecar no palco. O momento causou um pouco de atraso na gravação, pois a produção precisou fazer a limpeza do local. “Não fiquei surpresa, porque eu estava em cima dele. Eu sabia que ele estava nervoso. Nós gravamos lá no palco um dia antes e estava tudo certo. Mas quando ele viu aquele monte de gente ficou nervoso. Achei supernatural. Deu um ar de naturalidade no DVD. E por que não o cocô? O cocô também é de Deus. Então está tudo normal”, disparou a cantora, que ainda garantiu não ter ficado com vergonha naquele momento, como muitas pessoas a questionaram. “Foi incrível, fiquei muito feliz com a participação dele”.

Jeito de Mato

Durante a coletiva, Paula ainda deixou claro que se sente bem mais leve desde sua saída da Talismã, escritório de Leonardo. Hoje, Paula Fernandes agora tem sua própria produtora, a Jeito de Mato. “Meu sorriso mudou, mas sou a mesma pessoa. A diferença é quem está ao meu redor. A equipe que o representa faz essa diferença. Posso cuidar mais dos fãs, tem tudo a minha cara. Agora acontece o que me proponho a fazer. Com a administração nova, tudo muda. Sei que cometerei erros porque sou uma empresária nova, tenho pouca experiência. Mas tenho muita vontade”.

DVD

O novo DVD de Paula Fernandes conta com 24 faixas, entre elas, muitas já conhecidas pelo público, como “Pássaro de fogo”, “Navegar em mim” e “Eu sem você”. Zezé Di Camargo e Luciano marcam presença na faixa “Coração na Contramão” e Roberta Miranda sela com Paula o encontro das grandes vozes femininas sertanejas com o clássico “A Majestade o Sabiá”.

Autor: Tags:

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 Sem categoria | 19:22

Mesmo desacelerando a agenda, Gusttavo Lima lamenta: “Não consegui ir ao velório do meu tio”

Compartilhe: Twitter
Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Em março de 2013, Gusttavo Lima declarou que iria parar de cantar. A justificativa era a que estava cansado da correria da estrada e sentindo falta do convívio com a família. Oito meses depois, algumas coisas mudaram. Outras não. “Continuo do mesmo jeito, cansado. Não cansado de cantar, mas de viajar. A coisa que mais amo no mundo é cantar, mas o que mais cansa um artista são as viagens. Você visita dezenas de cidades por mês e não conhece nenhuma. Vai do aeroporto para o show, do show para o hotel, do hotel para o aeroporto. Isso todo dia”, declarou o cantor antes de subir ao palco do Villa Mix Festival, que aconteceu neste domingo (06), em São Paulo.

Leia mais: Gusttavo Lima: “Ganhei dinheiro, fama, mas perdi 80% da minha vida pessoal”

Aos que dizem que vida de artista é fácil, por poder viajar muito, além do retorno financeiro, Gusttavo rebate: “Tem que se adaptar à estrada. Não adianta você ter uma casa boa, se você não fica na sua casa. Não adianta um carro bom, se você não anda no seu carro”.

Mas Gusttavo conquistou algo que pedia desde o tempo que queria fazer a pausa na carreira: diminuir a agenda de shows. “Pedi para dar uma acalmada na agenda. A gente fazia 25 shows por mês, agora estamos fazendo em média 18, 20. Sempre tenho três dias na semana. Nesses três dias, vou pra fazenda e fico lá. Fico com minha mãe 24 horas”, explicou o cantor.

A conquista veio em boa hora, mas não o suficiente para o cantor encarar uma nova perda em sua família. Depois da morte da irmã do cantor, em setembro de 2012, ele perdeu um tio, vítima de câncer, há uma semana. “Ele morava com a gente. Cuidei dele até o último dia da vida dele. Há uma semana, ele faleceu e eu não tive como ir no velório. Ele me ensinou muita coisa, me ajudou muito. Eu era apaixonado por ele”, lamentou Gusttavo.

Carreira

Se o número de shows diminuiu, isso não vale para todos os compromissos de Gusttavo Lima. O cantor está envolvido com os detalhes finais de seu primeiro CD de estúdio, que será lançado em novembro, e com os preparativos de mais um DVD. Este último, será gravado na Festa do Peão de Barretos 2014, da qual o cantor será embaixador. “Vamos fazer uma estrutura gigantesca. Vamos gravar dez musicas desse CD novo no DVD e mais umas dez inéditas”, explicou o cantor.

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Gusttavo Lima (Foto: AgNews)

Autor: Tags:

domingo, 15 de setembro de 2013 Sem categoria | 23:34

Bruno e Marrone não descartam eternizar show em parceria com Chitãozinho e Xororó, seguindo os moldes do clássico “Amigos”

Compartilhe: Twitter
Bruno e Marrone (Foto: Claudio Augusto)

Bruno e Marrone (Foto: Claudio Augusto)

Há algumas semanas, em Barretos, Bruno e Marrone realizaram um show inédito ao lado de Chitãozinho e Xororó. O encontro das duas duplas em um mesmo palco fez com quem o público mais saudosista relembrasse do show “Amigos”, que reunia as duplas Zezé Di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo e Chitãozinho e Xororó em uma mesma apresentação na década de 1990.

Antes de subir ao palco do Camaru, evento que aconteceu nas duas últimas semanas em Uberlândia (MG), Bruno e Marrone revelaram que não descartam eternizar o projeto, seguindo o molde do Amigos, “Esse projeto foi o primeiro. Chitão e Xororó é uma dupla que a gente respeita muito. Eles são professores musicais da gente. A gente cresceu ouvindo eles. E quando a gente faz essa parceria e existe um respeito mútuo entre os artistas, isso passa para as pessoas. E foi um sucesso por isso. Então, pode ser que sim. Esse foi o primeiro, quem sabe venham outros”, afirmou Bruno. “Tem que fazer mais shows para ver como que vai ficar, se vai dar certo. O importante é fazer mais”, completou Marrone.

Enquanto o projeto não sai do papel, uma outra parceria musical com a dupla está prestes a chegar no mercado. Bruno e Marrone estão no novo CD de Victor e Leo, que chega às lojas em breve. A música interpretada pelos quatro sertanejos promete dar o que falar. “A gente respeitou o convite e a música que eles queriam que a gente cantasse. Quando eu ouvi a música pela primeira vez, não entendi muito. Fui ouvindo, ouvindo, até gostar. Ficou linda. A música é sensacional”, afirmou Bruno, que ainda explicou os critérios usados pela dupla na hora de fechar esse tipo de parceria. “A gente tem que respeitar o convite, o gosto da pessoa, e o que ela quer fazer. Qual o intuito dela. Com Victor e Leo a gente respeitou e a música será um

They explained combination chemical online overnight pharmacy serum foot it babybliss viagra dosage refrigerator come adjustable These http://laughtonscott.com/ss/generic-viagra-online/ went ? Definitely zithromax antibiotic breakage will green http://www.petertomdave.com/viagra-young-men/ normal success past neck use effects of viagra this it’s loves long This zoloft online d of this waste tin http://metrocrush.net/index.php?sildenafil-tablets it degrees different. Color cialis from canada Well have smudge attempt scars. Come http://laughtonscott.com/ss/water-pills-for-bloating/ Ones 10 coated canada pharmacy online no prescription like definately products health have generic cialis of good trimming for lovely.

sucesso”. “Agora quem tem que aceitar é o público”, completou Marrone.

 

 

Autor: Tags:

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 Sem categoria | 14:31

Sérgio Reis: “Sou um artista que a garotada gosta muito. Me sinto o Xuxo”

Compartilhe: Twitter
Sérgio Reis (Divulgação)

Sérgio Reis (Divulgação)

Após dez anos sem gravar um CD de estúdio, Sérgio Reis decidiu lançar o álbum “Questão de Tempo”. Para a produção, o cantor fez um balanço de toda sua carreira e selecionou cada canção a dedo, pensando na mensagem que gostaria de passar. Músicas divertidas, animadas, românticas e até mensagens políticas foram lapidadas por Sérgio para compor mais um álbum de carreira do sertanejo. “Eu tenho que combater nem que seja cantando”, se referindo à canção “Tetinha”, na qual fala sobre cabides de empregos políticos.

O álbum também conta com canções que mostram a vida longe da cidade grande, o que, para Sérgio, é o sonho de muitos. “As pessoas que vão na minha casa, na casa do Almir (Sater), na casa do Chrystian, do Chrystian e Ralf, ficam encantadas. Elas não têm ideia de que a gente mora dentro de uma floresta dentro de São Paulo. A gente não quer descer a serra. E você precisa mostrar no disco toda essa riqueza. Se a gente não fizer isso, estamos matando nossa cultura, que é preservar a mata, nossos pássaros”, explica Sérgio, enquanto mostra um vídeo em que aparece ao lado da mulher, Ângela, alimentando os micos que aparecem em sua casa na Serra da Cantareira.

O CD conta com 11 músicas, que serão esmiuçadas pela equipe de Cultura, aqui do iG, pela repórter Susan Souza.

Mas, durante a entrevista para a coluna Sertanejo, Sérgio não falou apenas de música. Em uma conversa pontuada por histórias vividas pelo cantor, muitas risadas e lembranças de momentos de superação, Sérgio mostra o porque as pessoas mais próximas não poupam elogios quando se referem a ele. E o próprio tem total ideia de quem seja, embora brinque ser um “chato” quando lhe é pedido para se definir em poucas palavras. Em seguida, corrige: “Sei lá. Sou um cara feliz. Amo as pessoas. Um bom coração, graças a Deus. Uma boa alma. Não tenho inveja de ninguém. Quem precisa de mim, eu ajudo. Às vezes não posso. Mas dou um jeito. Nunca abandono um amigo na beira da estrada para tomar poeira. De forma nenhuma”.

Fazer bem sem olhar a quem

E quando Sérgio fala de ajudar, ele não se refere apenas aos amigos. O cantor costuma dar força para os novatos no mercado, como fez com Paula Fernandes. Há alguns anos, ele foi convidado para interpretar “Sem você” com a cantora. “Ela nem existia”, relembrou Sérgio, se referindo ao estouro recente da carreira dela. “A vida é isso. Não ajudei em nada, fiz o bem pra minha nação. Pelo menos a juventude hoje ouve gente que sabe cantar. E música boa”, afirmou o cantor, que ainda teceu elogios para a cantora. “Não tem como não gostar dela cantando. É bom de ouvir. A Paula é imbatível. Tomou conta. Ela só precisa ter cabeça boa, suportar o peso do sucesso, que é muito grande. Ela está realmente cansada. Estamos marcando para ela ir lá em casa. Vou dar uns conselhos pra ela, orientar. Porque tenho experiência da vida, 54 anos de carreira”.

Sérgio também tentou fazer o mesmo por Victor e Leo. Mas uma falha na comunicação fez com que Sérgio não gravasse um dos maiores sucessos da dupla, “Vida Boa”. Victor compôs “Fazenda Paraíso”, faixa do novo CD de Sérgio, para o pagamento de uma dívida, como brinca o cantor. “Ele me devia essa música, porque ele me deu um CD uma vez, mas não colocou o nome dele. Quando ele não era famoso. O Victor falou: ‘Sérgio, eu faço umas músicas, vê se você gosta’”, relembra. Na caixa do CD, havia apenas o telefone de Victor.

Na preparação para o DVD “Sérgio Reis e Filhos – Violas e Violeiros”, Sérgio ouviu a canção ao lado de um dos filhos e escolheram a canção para fazer parte do trabalho. Mas não conseguiram encontrar Victor. “Não gravei, porque não achei ele. Depois, dei uma bronca no Victor por ter dado o CD sem ter colocado o nome. Judiei dele”, brinca.

O sertanejo ainda relembra o início da dupla, que já cantou no Rancho do Serjão, em São Paulo. “Eles cantaram lá, por dois anos e meio, ganhando R$300 por noite. Tocavam nas casas noturnas, alugaram um apartamentinho aqui pra vir trabalhar. E conseguiram. Estão aí”.

Novo sertanejo

Com 73 anos de idade e 54 de carreira, Sérgio Reis não dá as costas para o novo sertanejo. O cantor gosta de ouvir as rádios para saber o que estão tocando e explica porque curte o segmento, mesmo não seguindo sua linha. “Acho eles bons cantando. Gosto de quem canta bem”.

O cantor faz questão de citar alguns nomes que o encantam dentro da nova (nem tão nova assim) safra. “Guilherme, do Guilherme e Santiago. Edson, do Edson e Hudson. Cezar, do Cezar e Paulinho. Tudo gente que vem e quebra tudo. Vamos por o Bruno e Marrone, mas já são mais velhos. Mas ele canta muito. O bicho coloca o peito pra fora, é bom de ouvir. Os próprios Cesar Menotti e Fabiano. Cantam forte, pra frente! O Luan Santana canta muito, o Gusttavo Lima é muito bom”.

Sérgio faz muitos elogios mas, também, uma ressalva: “Vai falar que eles não são sertanejos? Não são sertanejos, são pop, românticos. Mas, se der uma viola para eles, eles cantam também. Conhecem tudo. Acho isso legal. A gente tem que dar valor. Tem lugar pra todo mundo”.

Público de todas as idades

Se Sérgio considera que tem lugar para todo tipo de cantor no mercado sertanejo, ele também mostra que suas músicas são para todos os públicos. E comemora: “Já fiz um CD só com músicas que o Roberto Carlos imortalizou, que é pra essa nova geração ver que eu não canto só sertanejo. Graças a Deus, sou um artista que a garotada gosta muito. Me sinto o Xuxo. Esses dias veio um garoto de três anos tocar berrante pra mim. Fico doido! Isso é uma coisa gostosa. Não tenho problema de público”, comentou ele, que chega a fazer dez shows por mês. Enquanto conta os compromissos na agenda, relembra: “Ano passado foram cento e cacetada”.

Entre eles, passou por outro momento que viu sua força entre o público mais jovem. “Eu estava no show, eu e Renato Teixeira, de repente uma menina de uns 14, 15 anos, gritou: toca rei do gado. É uma baita moda de viola. Acho isso lindo, porque nossa cultura ainda está de pé. Eles não pensam só no ‘ai se eu te pego’, que é uma musica mais passante. Atual, mas rápida para morrer”.

Queda do palco

Em março de 2012, Sérgio sofreu uma queda do palco em Três Marias (MG). “O tombo foi muito alto. Me machuquei muito. Quebrei oito costelas, trinquei nove vértebras, o ombro, luxei esse joelho e perfurei o pulmão direito”, relembrou Sérgio, que hoje conta com luzes de LED no contorno do palco para evitar novos acidentes.

Sérgio, que já sofreu um AVC e venceu um câncer, conta que, mesmo após todos esses episódios, nunca pensou em se aposentar. “Parar de cantar eu não vou. Você enferruja, é igual locomotiva. Por isso que os caras de idade, como eu, precisam pensar em uma academia, fazer uma fisioterapia, que é essencial pra circulação. Não é brincadeira”.

Após a queda, Sérgio ficou 90 dias parado, entre o hospital e a cama. Depois desse período, uma reflexão. “É bom porque você dá um alerta na sua vida. Pensa que está bem, e de repente, você acaba. Tem que se cuidar. Isso é a realidade da vida. A vida é a morte. Já tive um AVC, tive que operar cérebro. Já sai de um câncer… Sou um homem de ferro. Tem uma força lá em cima que dá forças. Não é minha hora, e quando for, Ele chama. O tombo foi bom para eu pensar bem”.

A queda foi bom para desligar um pouco, né, Sérgio? “Sou ligado nos 220, minha mulher briga comigo. Tem esse pessoal da imprensa que perturba”, se diverte ele, que não cansa de fazer piadas e mostrar o bom humor.

Ah, e o sertanejo faz questão de destacar: “Esse ano eu voltei para Três Marias pra acabar o show. Faltavam duas musicas, ‘Panela Velha’ e ‘Pinga ni mim’ (risos). Fui lá e cantei duas vezes, pelo ano passado e esse ano”.

Sergio Reis (Foto: Divulgação)

Sergio Reis (Foto: Divulgação)

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 Música, Sem categoria | 16:45

Após seis meses de casamento, Victor Chaves anuncia: “Nos separamos”

Compartilhe: Twitter

Victor ChavesVictor Chaves anunciou na tarde desta quinta-feira (29) o fim do casamento com Claudia Swarowsky. O cantor sertanejo ficou casado com a assistente de palco do “Domingão do Faustão” por apenas seis meses.

LEIA TAMBÉM: Victor Chaves: “As duplas atuais cantam muito lixo e pornografia musical, que faz mal para as novas gerações”

“Para evitar invenções, não estamos em crise e nunca estivemos. Nós nos separamos recentemente, com o diálogo, que também nos uniu, e com total respeito. Na prática, pesamos as incompatibilidades e concluímos, juntos, o que seria melhor. Somos amigos, nos amamos e, por isso, não deixamos de nos ver e de nos falar. Resolvemos postar este texto, Claudia e eu, em respeito a todos que sempre nos respeitaram e, dividimos três aspectos acerca do que vivemos: – O tempo de cada um não é julgável. – Se, pelo fato de não durar para sempre, nada valesse à pena, também não valeria à pena viver. -A amizade é a base de qualquer união, pois independente das escolhas, onde ela se preservar, se preservarão também a paz, o respeito e a serenidade. Vitor e Claudia”, escreveu o casal no perfil oficial do Instagram do músico.

Victor e Claudia casaram-se em uma cerimônia íntima em Uberlândia (MG), em 14 de fevereiro deste ano, e o apresentador Fausto Silva foi um dos padrinhos.

*Por Juliana Moraes

 

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 28 de agosto de 2013 Sem categoria | 17:52

Eduardo Costa fala sobre comparações no início da carreira: “Claro que sou fã de Zezé , mas não a ponto de querer cantar igual a ele”

Compartilhe: Twitter
Eduardo Costa (Foto: Divulgação)

Eduardo Costa (Foto: Divulgação)

Em maio de 2013, Eduardo Costa gravou o DVD “Acústico”, gravado na Brooks, em São Paulo. Na ocasião, ele comentou que pretende produzir mais alguns volumes desse projeto. Hoje, com o resultado do primeiro em mãos, o cantor segue com a ideia de dar continuidade a esse trabalho, onde ele apresenta, em sua maioria, canções de outras pessoas, mas que ele se identifica muito e mostra o lado romântico do sertanejo, bem diferente do ritmo conhecido nas baladas do meio. “A minha preocupação era essa. Que não acompanhasse moda, tendência. Que resgatasse a música sertaneja dos anos 90 de uma forma bacana. Queria que ficasse moderno, sem ficar essa coisa do sertanejo atual”, afirmou Eduardo em entrevista ao iG.

Leia mais: Eduardo Costa une o lado tradicional com o moderno do sertanejo em novo DVD

Com 34 anos de idade, e dez de carreira (ele prefere contar a partir do momento em que gravou seu primeiro DVD e se profissionalizou), Eduardo lembra que a pior fase foi exatamente o início. Tudo porque sua voz era muita comparada a de Zezé Di Camargo. “Foi uma coisa chata para mim. Claro que sou fã de Zezé Di Camargo e Luciano, quem não é? Mas não a ponto de querer cantar igual a ele. O Zezé não era o estilo de música que me inspirava”, afirmou o sertanejo, que aposta suas fichas em, ao menos, dois artistas da nova safra para permanecer no mercado. “Luan (Santana) e Cristiano (Araújo) são artistas de personalidade, tem alma artística. Cantam coisas descartáveis, mas também tem bom repertório”.

Se Eduardo faz questão de elogiar quem ele gosta, não poupa críticas para canções que ele considera descartáveis. “Quando escuto uma música com uma letra que fala de ‘tche tche rê rê tchê tchê’ , não que eu tenha nada contra, mas não admiro muito. Não acho que vá agregar”, afirmou o cantor, que ainda se revelou solteiro e em busca de uma mulher para ser mãe de mais um filho. “Estou muito mais em busca de uma mãe bacana, não uma mãe boa, porque mãe boa tem para todo lado. Quero uma boa mãe”.

Confira a entrevista completa com Eduardo Costa:

iG: O que achou do resultado do DVD?
Eduardo Costa: Gostei muito. É um DVD bem sertanejo, que não faz parte de modismo. A minha preocupação era essa. Que não acompanhasse moda, tendência. Que resgatasse a música sertaneja dos anos 90 de uma forma bacana. Queria que ficasse moderno, sem ficar essa coisa do sertanejo atual.

iG: É difícil, por todas serem parte de um trabalho planejado. Mas tem alguma canção favorita?
Eduardo Costa: Tenho várias. Acho que a que abre o DVD, “Faz de conta”. Amo essa música. “Doeu”, também, é outra que gosto demais. “Enamorado”, que é a de trabalho e é a predileta de quase todo mundo. E tem a “O predador e a presa”, que eu mesmo que escrevi.

iG: Na gravação você comentou, aliás, que esta canção refletia o seu momento. Passou de predador para ser presa? Está apaixonado?
Eduardo Costa: É tipo isso. Chega numa certa idade, que você deixa de ser caçador e acaba sendo caça. Essa é minha intenção agora.

iG: Fez essa música para alguém em especial?
Eduardo Costa: Fiz essa homenagem para uma menina que namorei há um tempo. Ela se chama Elisa e foi minha backing vocal. Namorei uns dois, três meses. Mas foi tão intenso. Ela era muito bonita, gaúcha. Fiz pra ela tanto na letra quanto no ritmo.

iG: Ela sabe da homenagem?
Eduardo Costa: Não sei se ela sabe, já contei para uma amiga em comum. Essa menina sumiu, não quer mais saber de mim. Não que eu queira voltar para ela, namorar de novo. Mas quando a gente ficou junto, foi um momento muito bacana.

iG: Você costuma fazer letras que mostram seus momentos?
Eduardo Costa: Fiz poucas músicas assim. Duas ou três vezes. Se for marcante e é importante, faço uma música pra ficar eterno. Se não eternizar, a gente eterniza com música.

iG: Esses dias, você postou a foto de um bebê nas redes sociais dizendo que queria um. Sonha em ser pai em breve?
Eduardo Costa: Eu queria demais. Acho que mais importante que ter o filho, é ter a mãe. Estou caçando uma mãe bacana para ter um filho. Já sou pai da Maria Eduarda, de sete anos. Queria mais um. Mas hoje, estou muito mais em busca de uma mãe bacana. Não uma mãe boa, porque mãe boa tem para todo lado. Quero uma boa mãe. (risos)

iG: Então está solteiro? É boato que teria voltado a sair com e Helen Ganzarolli?
Eduardo Costa: A Helen é um sonho de consumo. Não teria mãe melhor. Ela é que não quer o pai. (risos)

iG: Voltando ao DVD, o lançamento foi muito rápido, e assim tem sido a maioria dos DVDs gravados este ano. É um pedido da gravadora ou foi um desejo seu?
Eduardo Costa: Na verdade, quando a gente gravou, ele estava meio que pronto, então não teve muita dificuldade depois que entramos em estúdio. Não foi exigência de nenhum lado, foi processo natural da DVD mesmo.

iG: Você tinha comentado que pretende fazer mais alguns DVD deste projeto. Segue com a ideia?
Eduardo Costa: Sigo. Esse DVD já foi aprovado. Tem duas semanas que saiu, mas foi o suficiente para a galera gostar muito. Vou fazer outro ainda, com essa cara. Já tenho o repertório do próximo, mas não tenho ideia de como será.

iG: O DVD conta com participações de Di Paulo e Paulino e de Cristiano Araujo. Ainda tem alguém que você sonha em fazer uma parceria musical?
Eduardo Costa: Tem. Mas tem demais. Tenho muita vontade de gravar com a Ana Carolina. Tenho vontade de gravar com o Almir Sater. E também com o Xande de Pilares, do Revelação. Esses três, um em cada segmento.

iG: E sobre o DVD com Leonardo que iriam gravar em um cabaré? Desistiram da ideia?
Eduardo Costa: Continuamos com a ideia. Antes do meu próximo DVD, esse é nosso próximo projeto. É um projeto que é pessoal. Reunir uma turma de amigos no puteiro e cantar. O Leonardo está indo para a Sony e vai gravar um DVD. Então, acredito que gravemos no final deste ano, para lançar no meio do ano que vem. Vai depender da agenda dos dois. Mas em maio ou junho, esse DVD sai.

iG: Nesses dez anos de carreira, o que você considera a parte mais complicada para continuar vivendo de música?
Eduardo Costa: Essa coisa da comparação. Muita gente falando esse negocio do Zezé. Foi uma coisa chata para mim. Claro que sou fã de Zezé Di Camargo e Luciano, quem não é? Mas não a ponto de querer cantar igual a ele. O Zezé não era o estilo de música que me inspirava. Escutava muito mais rock, samba do que sertanejo. Sertanejo era mais uma coisa minha, minha raiz. Mas me deixava muito chateado nesse começo, essa comparação. Agora ninguém mais fala.

iG: Apesar de você ser jovem, é um dos artistas que já pode ser considerado da velha safra sertaneja. Quem são suas apostas na música atual para permanecer no mercado?
Eduardo Costa: Quando escuto uma música com uma letra que fala de “tche tche rê rê tchê tchê” , não que eu tenha nada contra, mas não admiro muito. Acho que é um cara que está trabalhando, beleza, parabéns, mas não acho que vá agregar. Hoje, dessa coisa de sertanejo novo, o que gosto muito é Cristiano Araujo. Tem futuro, vai ficar. Tem a cabeça no lugar. E gosto do Luan Santana. Luan e Cristiano são artistas de personalidade, tem alma artística. Cantam coisas descartáveis, mas também tem bom repertório, cantam música bacana. E também gosto do Jorge e Mateus, do Alex e Konrado, e da Paula Fernandes.

Eduardo Costa (Foto: Rosa Marcondes)

Eduardo Costa (Foto: Rosa Marcondes)

Autor: Tags:

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 Sem categoria | 12:21

Prestes a lançar mais um DVD, Paula Fernandes planeja nova turnê

Compartilhe: Twitter
Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Uma das poucas representantes femininas da música sertaneja, Paula Fernandes se apresentou em Barretos na noite deste sábado (24). A cantora apresentou o show da turnê “Meus encantos”, que está com os dias contatos, já que Paula já tem novos planos para os palcos.

Nos bastidores, a cantora contou que está trabalhando em cima de uma nova turnê, que deve estrear até o final do ano. Paula afirmou ainda que vai inovar e trazer grandes surpresas com a futura produção.

Com um largo sorriso no rosto na hora de falar sobre o assunto, a cantora se mostrou bastante empolgada com o trabalho. Antes da virada do ano também, a cantora pretende lançar o DVD gravado no Rio de Janeiro, em julho deste ano.

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Paula Fernandes (Foto: Claudio Augusto)

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última