Publicidade

Posts com a Tag 24 horas

terça-feira, 24 de julho de 2012 Entrevista, Música | 12:20

André e Kadu: “A gente tem ganhado muitos presentes femininos meio exóticos”

Compartilhe: Twitter

André e Kadu (Divulgação)

Talvez você ainda não tenha ouvido falar de André e Kadu, mas se é fã de Luan Santana, já cantou ao menos duas músicas da dupla. “Coladinho” e “24 horas” são duas composições  dos cantores que compõem o álbum “Quando chega a noite”, de Luan. Mas também fazem parte do CD da dupla, que vem ganhando espaço e selando cada vez mais parcerias. Além de Luan, André e Kadu já gravaram com Marcos e Belutti e terão uma de suas canções no novo álbum de Jorge e Matheus.

E prometem novidades por aí. “Estamos em São Paulo gravando e preparando nossa nova música de trabalho, que vai entrar com clipe. Vamos fazer um lançamento bem diferente”, conta André, fazendo suspense sobre os próximos passos da dupla, que escolheu Campo Grande para trabalhar.

No último final de semana, André e Kadu subiram ao palco com Luan para mostrar um pouco do trabalho deles para as fãs do intérprete de “Meteoro”, “Nega”, “Te vivo”, entre outras. À coluna, falaram um pouco sobre a relação que tem com o cantor. “Nosso primeiro contato foi muito bacana, a gente se identificou em várias coisas. Desde esse momento, a nossa amizade vem crescendo bastante. Tanto é que a gente não costuma cantar nos eventos dele. A gente está sempre assistindo aos shows, tem uma relação muito bacana com o pessoal em geral da equipe, da banda do Luan, e com o Luan também”.

Confira bate papo com a dupla durante o show de Marcos e Belutti, que eles aproveitaram para curtir durante a estada por São Paulo.

Leia também: Marcos e Belutti: “A MTV ainda torce o nariz para o sertanejo”

iG: Muitos artistas atualmente estouram após um jogador de futebol levar a coreografia de uma canção para os campos ou, então, como aconteceu como vocês, de um músico já consagrado no meio, gravar uma composição. Esses são os melhores meios de divulgação hoje em dia?

Kadu: Hoje em dia tem as redes sociais, Youtube, Facebook, que é um meio muito importante. É o meio mais fácil de a gente chegar a outros lugares.

André: Mas acima de tudo, a música precisa ser boa.

André e kadu cantam com Luan Santana

iG: Você já comentou que a gravação da música “24 horas” tinha ficado muito boa na voz de Luan. Acha que ficou melhor do que com vocês?

Kadu: Achei que ficou muito boa, que ficou a cara dele. Acho que na gravação dele, ele conseguiu colocar o estilo Luan Santana. Não achei que ficou nem melhor nem pior, achei que ficou diferente e muito boa.

iG: Nesses dois anos de carreira, o que mudou na vida de vocês?

André: A correria, a  falta da família, a experiência, a maturidade, o coração que só vive sofrendo, que não dá tempo de arrumar namorada…

Kadu: A conta bancária ainda não, mas daqui a pouco (risos).

iG: Falando em conta bancária, hoje os sertanejos estão ganhando muito mais dinheiro do que no passado. Qual um sonho de consumo de vocês?

André: Acho que a gente já está vivendo um sonho, que é poder trabalhar com o que a gente ama, 24 horas. O dinheiro vai ser uma consequência. Então a gente está esperando. Não temos pressa, a gente não está passando fome. Pelo contrário, estamos vivendo muito bem. E é sempre pensando em crescer, não só pensando no dinheiro. É fazer o nosso nome e realmente mostrar o que a gente veio mostrar: nossa música. A gente quer que as pessoas conheçam, gostem e se identifiquem com nossa música. Isso vai ser o maior prêmio de nossa vida.

iG: Mas a hora que esse dinheiro vier, qual seria o primeiro investimento, falando em sonho material.

André: Um camaro amarelo (risos)

Kadu: Todo mundo quer ter casa própria, casar um dia, ter filhos, ter um carrão importado para dar umas voltas em São Paulo (risos).

André: Acho que é isso, a gente poder comprar uma casa, ajudar nossa família, e também algumas coisinhas a mais.

iG: E o assédio da mulherada, mudou nesses dois anos de carreira?

André: Mudou, o Kadu não consegue mais andar na rua. Brincadeira.

Kadu: Mas muda. Isso a gente vê como consequência de um trabalho bem feito. Quando rola esse tipo de assédio, quando te param na rua, quando alguém puxa, arranha, é tudo consequência de um trabalho. Então a gente fica super feliz com isso.

André: Ultimamente a gente tem ganhado até muitos presentes femininos meio exóticos. Mas é gostoso esse carinho do público feminino.

iG: Qual foi o presente mais exótico?

André: Acho que foi a última calcinha usada que o Kadu ganhou.

Kadu: Kadu, não. O André e Kadu ganharam.

iG: E metas? Aonde querem chegar?

André: Acho que o céu é o limite.

Kadu: A nossa meta é não parar, é correr, está sempre na estrada, 20, 30 shows por mês.

André: 20, 30 anos de carreira, tocando para casa cheia, ver a galera cantando nossas músicas. Esse é nosso principal objetivo.

André e Kadu com Luan Santana nos bastidores (Foto: Divulgação)

Autor: Tags: , , ,